quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Segundo Folha de São Paulo cidade de Riachuelo/RN está entre as melhores do Brasil em eficiência!



A Folha de S. Paulo, em parceria com o Instituto Datafolha, divulgou o Ranking de Eficiência dos Municípios Brasileiros. O estudo revela quais Prefeituras entregam mais serviços básicos à população, usando menor volume de recursos financeiros. 

O Ranking de Eficiência dos Municípios da Folha leva em conta indicadores de saúde, educação e saneamento para calcular a eficiência da gestão e apresenta dados de 5.281 municípios, ou 95% do total de 5.569. 

Numa escala de 0 a 1, só 24% das cidades ultrapassam 0,50 e, por isso, podem ser consideradas eficientes. 

Nossa cidade foi o grande destaque em nível nacional: Está em 32º lugar dentre os mais de 5 mil Municípios pesquisados, na frente de capitais como Natal, Recife e Rio de Janeiro. No Rio Grande do Norte, nosso Município está em 3º lugar. 

A atual gestão de Riachuelo, é reconhecida como uma das mais bem avaliadas do Brasil. É o que aponta um ranking elaborado recentemente pela União Brasileira de Divulgação (UBD). A pesquisa foi realizada em setembro passado e leva em conta itens, Educação, Saúde e saneamento básico. 



Confira os quadros abaixo
 



Nesse ranking, a gestão da prefeita Mara Cavalcanti aparece na 32ª no Brasil, e no Rio Grande do Norte, Riachuelo aparece em 3º lugar. É válido destacar que municípios como Parnamirim, Caicó, Mossoró, São Gonçalo do Amarante e a própria capital potiguar não aparecem na lista. 










domingo, 16 de outubro de 2016

A trágica história da garota que viveu a vida dentro de uma bacia.



A história que você vai conhecer agora é de uma jovem nigeriana chamada Rahma Haruna que viveu durante toda a sua vida em uma bacia. De família humilde, a garota desde quando ainda era bebê foi acometida de uma rara doença, e passou a enfrentar lutas diárias: Seu problema era má-formação, o que a fazia sentir dores crônicas. 

A família sempre lutava e batalhava por atendimento médico especializado, mas nunca descobriram ao certo o diagnóstico.

Segundo sua mãe, chamada Fadi, a garota nasceu normal, mas a partir dos 6 meses, começou a enfrentar dificuldades para se mexer e nunca chegou a aprender a engatinhar. Além disso, ela passou a sofrer com dores, que surgiram no estômago, causando muita febre, e depois foram para os membros inferiores e superiores, os quais atrofiaram. 




Logo Rahma ficou completamente incapacitada, e assim totalmente dependente dos familiares para todas as atividades cotidianas mais básicas, como se alimentar e tomar banho. Para que ela pudesse se locomover, de início a solução encontrada pelos pais de origem humilde foi colocá-la em uma bacia, e assim foi todos os dias de sua vida. 

A maior parte da responsabilidade por Rahma foi assumida por seu irmão mais novo, que era responsável de lhe dar banho e a levá-la para passear todos os dias. Mesmo que a jovem já tenha se consultado com vários médicos, a doença sempre foi considerada um verdadeiro mistério. A família revelou que até mesmo alguns profissionais da área disseram que o problema de Rahma foi causado por um ser sobrenatural da mitologia islâmica, um "Gin". 




Mesmo com todas as dificuldades, a família sempre lutou como pôde para encontrar as causas da sua condição e dar a ela um tratamento digno. E embora ela tenha vivido toda sua vida nessa condição, nunca desistiu de seus sonhos, e era sempre grata: "Agradeço a Deus em tudo que faço. Eu quero abrir um negócio, uma mercearia ou qualquer coisa em que as pessoas possam comprar, é isso o que eu quero", dizia ela.

No Natal de 2016, Rahma Haruna morreu, deixando um exemplo ao mundo, de garra e de vontade de viver, pois mesmo com todas as suas limitações, ela não se deixava abater, enquanto tantas pessoas tem saúde e reclamam tanto de suas vidas, ela foi um exemplo. 


Assista o vídeo 



Visite o meu canal Rick Wonder,
se inscreva!


terça-feira, 11 de outubro de 2016

02/10/2016 - Centenário de Amélio de Azevedo Cruz. HOMENAGEM.


Amélio de Azevedo Cruz.
(1º Prefeito Constitucional de Riachuelo/RN - In memórian)



02/10/2016 - Centenário de Amélio de Azevedo Cruz.


HOMENAGEM


1º turno das eleições para prefeito. 
Coincidência mais que apropriada para ele que foi duas vezes prefeito e adorava politica.

Tem pessoas que passam pela vida como quem anda descalça nas areias, sem deixar marcas. 
Tem outras que deixam uma história escrita nas paredes, nas calçadas, nas mentes das pessoas com quem conviveram.
E isso não é mérito de uma nem demérito de outra. 
Dar a um crédito por ser marcante não é motivo para dar a outro débito por ser diáfano. 
Somos todos efêmeros. 
Mesmo a lembrança mais marcante um dia se dissipará quando o último que lembra passar.

Isto ainda não aconteceu com meu avô Amélio de Azevedo Cruz.

Nascido nos tempos dos coronéis nordestinos era um coronel.
Uma personagem de si mesmo: carismático, respeitado e temido.
Firme, conservador, patriarcal.
Amava mais que tudo ser amado; fartura e gratidão.
Todo ele era consciência de si mesmo e isso se irradiava.
Algumas pessoas são tão marcantes que eclipsam todas as demais.
Como ter luz própria quando se orbita em torno do sol?
Ele não tinha filhos preferidos e nem se queria perpetuar através dos filhos. 
Bastava-se. Ele era sua própria ascendência e sua própria descendência. Começava e terminava em si mesmo.

Ser filho de Amélio era aceitar ser para sempre, filho de Amélio. 
E se orgulhar de ser filho de Amélio. 
Referencia? Filho de Amélio, Neto de Amélio, Bisneto de Amélio.
O orgulho é tanto que tem Amélio de Azevedo Cruz filho, neto e bisneto. É um nome popular. E com variantes femininas diversas para lhe prestar a devida homenagem.

Cem anos de Amélio de Azevedo Cruz. 
E ele ainda está brilhando.

Bença pai Amélio.
Não estou capacitada para homenageá-lo.




TEXTO: Geiza de Azevedo Cruz  (Neta de Amélio Azevedo)








Quem foi Amélio Azevedo.

Segundo o escritor riachuelense José Cândido Cavalcante, Seu Amélio foi o primeiro prefeito Constitucional do Município de Riachuelo (1965 a 1969). Eleito diretamente pelo povo, ganhou a eleição junto ao candidato a vice-prefeito, Francisco Fábio de Medeiros (conhecido por Chico Zuza). Dentre os seus feitos construiu o Matadouro Público; a extinta Escola Presidente Kennedy, na sede do Município que era conhecida como “Grupo novo”; outras duas escolas na Zona Rural, em convênio com o MEC; Grupo Senador Dinarte Mariz, em Baixa da Aroeira e Grupo Municipal Dinha Azevedo, em Serra da Melosa. Eletrificou o Distrito de São José do Potengi (mais conhecido como Cachoeira do Sapo); (...) construiu a estrada que liga a BR 304 à divisa do município de Bento Fernandes e adquiriu coleções de livros didáticos para a Biblioteca Pública Municipal. Amélio Azevedo foi um homem profundamente dedicado e preocupado com a Cultura e a Educação do município de Riachuelo.


  • Foi eleito em 5 de janeiro de 1965, tomou posse no dia 31 de janeiro de 1965, governando até 31 de janeiro de 1969. 

  • Em 15 de novembro de 1972 conquistou seu segundo mandato, tomando posse em 31 de janeiro de 1973, e governando até 31 de janeiro de 1977.





MAIS VISITADAS DO MÊS

POSTAGENS MAIS POPULARES EM TODO O BLOG