domingo, 18 de abril de 2021

Live Recordações reuniu artistas locais Riachuelenses em uma noite de muita música e nostalgia


Aconteceu na noite deste sábado (17) de abril em Riachuelo - RN com transmissão via Facebook, a Live Recordações, que reuniu nomes de artistas locais da querida terrinha Riachuelo numa noite de muita nostalgia. A live teve uma iniciativa de Adilson Santos e seus convidados, e foi transmitida pelo perfil do Facebook de Diego Moura, ele que foi também uma das atrações, e que apresentou brilhantemente a live com muita maestria.

Foi uma noite de muita música boa, com muitos sucessos inesquecíveis da nossa música brasileira que marcaram época de várias gerações. Teve um pouquinho de tudo, e sobretudo muito romantismo, mas sempre seguindo fiel ao tema proposto que foi recordar o passado.


Diego além de fazer sua participação cantando foi ainda o apresentador oficial e deu um show.


A participação dos internautas foi bem expressiva, fazendo comentários, deixando like e coraçãozinhos, e a interação dos participantes com os expectadores também muito positiva.

Durante a live foi disponibilizado dados bancários e chave Pix para que as pessoas pudessem deixar suas contribuições, pois é muito importante ajudar e apoiar os artistas diante do atual e difícil momento de pandemia e crise que todo mundo enfrenta, e quem trabalha com música assim como outras classes trabalhadoras passam por muitas dificuldades com jornada de trabalho comprometida ou parada nesse momento desafiador.

Caso você queira ajudar segue os dados: 
Conta BB: 34597-0  Ag: 0284-9 
PIX: adilsonsantosleonardo@gmail.com

Participaram da live os artistas locais: Adilson Santos e os filhos Eliza Fernandes e Levi Estilizado, Eron Santa Rosa e Eduardo Santa Rosa, Diego Moura, Odicé Brasil, Romildo Costa e Wellington Barbosa.


O cantor Odicé Brasil foi o primeiro convidado da noite a se apresentar


Adilson Santos abriu a noite cantando "amor sem limite" de Roberto Carlos, em seguida veio o primeiro convidado a se apresentar, o cantor Odicé Brasil, e logo após Wellington Barbosa que iniciou sua participação cantando nada mais nada menos que "Malena (Ternura antiga) de Bartô Galeno. Logo após Diego Moura deu incio sua participação trazendo grandes sucessos do forró das antigas. Nessa hora os mais jovens devem ter vibrado. O quarto convidado foi a Elisa Fernandes filha de Adilson Santos. O quinto convidado foi Romildo Costa, e por fim veio a dupla dos irmãos Santa Rosa, Eron e Eduardo que iniciaram com "borbulhas de amor" de Fagner. 


Wellington Barbosa iniciou sua participação cantando "Malena"

Em determinado momento ao faltar uma hora e meia para acabar teve um pequeno problema com a conexão que caiu por alguns instantes, retornando em seguida. E ao retornar teve mais algumas participações de todos os artistas até finalizar com Adilson e os filhos Elisa e Levi.

Teve muitos momentos marcantes na live, e um desses momentos foi quando Adilson Santos fez uma homenagem ao saudoso amigo João Tota. Na ocasião Adilson falou um pouco sobre ele que foi um defensor da música da velha guarda em Riachuelo, e disse que com ele e Wellington Barbosa aprendeu os primeiros acordes de violão e que João Tota foi um de seus grandes incentivadores. Falou também de um grupo musical dentre outros que existiram em Riachuelo nos velhos tempos de antigamente os quais propagavam as músicas da Jovem guarda, e citou nomes de alguns membros. Em seguida Adilson cantou uma música da qual João Tota gostava muito de cantar, "Perfídia" de Altemar Dutra. Quem é que não lembra de João Tota e o seu violão, ele com aquele vozeirão grave que ele tinha né? Um ícone inesquecível, e se fosse vivo, também teria sido uma presença confirmada, com certeza. 



Adilson canta com os filhos Elisa e Levi



Teve ainda curiosidades, quando Adilson Santos revelou a origem do seu nome artístico. Foi realmente muito bacana essa live, além de curtir as músicas, foi oportunidade de aprender um pouco mais da nossa história e da cultura musical riachuelense. Foi show!!!

Um outro momento marcante foi ao final quando Adilson Santos e os filhos Elisa e Levi cantaram a música "Folha seca" de Amado Batista atendendo ao pedido de uma internauta que pedia desde o início da live. Mas valeu a pena esperar. Eu até comentei que eu não conhecia essa música, mas que eu tinha ficado gostando dela desde a última live quando eles também cantaram.


Adilson e os filhos Eliza e Levi cantam a música Folha seca a pedido de uma internauta.


A live teve inicio às 19:45, com um pequeno atraso devido problemas técnicos e durou mais de cinco horas. Foi realizada no Jottas Stúdio (Joalison Paulo).

Enfim, foi uma live maravilhosa onde cada artista da terra contribuiu da melhor forma, levando entretenimento, alegria, e boas recordações a casa dos internautas e nostálgicos de plantão. Todos estão de parabéns, e nós que agradecemos por esses momentos únicos. 


Romildo Costa foi o quinto convidado da noite

A dupla dos irmãos Santa Rosa Eron e Eduardo iniciaram sua participação com "Borbulhas de amor"

Bem, como não vai dar pra falar tudo o que rolou na live, falei só alguns pontos pra despertar a curiosidade de quem perdeu. E só digo a vocês uma coisa, vale muito a pena conferir caso você tenha perdido. E quem assistiu, vale a pena ver de novo. Abaixo segue os links: 






Espero que tenham gostado da postagem. Se gostou deixe um comentário.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Ele é muito importante. Vamos interagir?


MAIS VISITADAS DO MÊS


POSTAGENS MAIS POPULARES EM TODO O BLOG