Mostrando postagens com marcador Arte. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Arte. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 28 de março de 2019

Como fazer um chapéu infantil para FANTASIA DE OS 3 PORQUINHOS (passo a passo)


Nesse vídeo você irá aprender passo a passo a fazer um chapéu para fantasia de OS TRÊS PORQUINHOS para crianças. Perfeito para festas infantis, desfile cívicos, apresentações na escola, e etc. Bem fácil de fazer, é só prestar atenção no vídeo, comprar os materiais e mãos à obra. Espero que gostem!


MATERIAIS:
  • Cartolina guache ou papelão
  • Espuma com duas espessuras diferentes
  • Tesoura
  • Cola de contato
  • Caneta permanente ou marcador de cd (pilot)
  • Tinta para tecido: na cor Pêssego
  • Pincel largo
  • Prato ou outro recipiente de vidro
  • Olhos para bonecos de fantoches


O link para os moldes em PDF você encontra na descrição do vídeo no meu canal do youtube. 👉  Ver vídeo no YouTube

Assista o vídeo 





Como fazer um chapéu de FANTASIA DE PATO (Passo a passo)


Nesse vídeo eu ensino passo a passo como você pode confeccionar um chapéu infantil para fazer uma fantasia de pato. É bem fácil de fazer, e só requer prestar bem atenção nas instruções do vídeo. Então já anota os materiais e mãos à obra. Espero que gostem!


MATERIAIS:

  • Cartolina guache ou papelão
  • Espuma com duas espessuras diferentes
  • Tesoura
  • Cola de contato
  • Caneta permanente ou marcador de cd (pilot)
  • Tinta para tecido: Amarelo ouro ou cadmio, e laranja
  • Pincel largo
  • Prato ou outro recipiente de vidro
  • Olhos para bonecos de fantoches

O link para os moldes em PDF você encontra na descrição do vídeo no meu canal do YouTube. 👉  Ver vídeo no YouTube


Assista o vídeo 




Como fazer um chapéu de FANTASIA DE RATO para crianças (Passo a passo)


Nesse vídeo vamos aprender passo a passo a confeccionar um chapéu para fantasia de rato para crianças feito de espuma. O chapéu pode ser usado em diversas ocasiões como apresentações escolares, teatro, festas, etc. E se você quiser dá pra caracterizar com vários personagens como o Mickey por exemplo, basta diferenciar na hora da pintura. Espero que você gostem!

Anote os materiais:
  • Cartolina guache ou papelão
  • Espuma com duas espessuras diferentes
  • Tesoura
  • Cola de contato
  • Caneta permanente ou marcador de cd (pilot)
  • Tinta para tecido cinza ou cinza lunar ou cinza comum
  • Pincel largo
  • Prato ou outro recipiente de vidro
  • Olhos para bonecos de fantoches

Errata: As peças do nariz e da parte de baixo da boca foram feitas com a mesma espuma grossa e não com a espuma mais fina como falo no vídeo. Espero a compreensão. 


O link para os moldes em PDF você encontra na descrição do vídeo no meu canal do YouTube. 👉  Ver vídeo no YouTube


Assista o vídeo 





quarta-feira, 27 de março de 2019

Como fazer um chapéu de FANTASIA DE COELHO feito de espuma (passo a passo)


Nesse vídeo incrível eu ensino passo-a-passo como você pode confeccionar um Chapéu de Coelho feito de espuma. O modelo é ideal para festas infantis, festa a fantasia, apresentações escolares principalmente no período da páscoa. Ele é bem fácil de fazer e leva poucos materiais. Aproveita que a páscoa tá chegando hein e capricha! Mãos a obra! Espero que gostem! 


Anote os materiais:

  • Cartolina guache ou papelão
  • Espuma com duas espessuras diferentes
  • Tesoura
  • Cola de contato
  • Caneta permanente ou marcador de cd (pilot)
  • Tinta para tecido branca e rosa
  • Pincel largo
  • Prato ou outro recipiente de vidro
  • Olhos para bonecos de fantoches

✔️ O link para baixar os moldes em PDF você encontra logo abaixo nos comentários.





Confira o vídeo






sábado, 19 de agosto de 2017

Riachuelense Jhéssyka Mendes concorre ao Oscar Junino 2017.

Vote aqui

A Riachuelense Jhéssyka Mendes está concorrendo ao Oscar Junino 2017 (UQUAJURN) que vai escolher os melhores do ano do universo junino do RN. Entre as várias categorias as quadrilhas juninas do RN e seus componentes disputam os títulos de: 
  • Melhor festival;
  • Melhor dançarina e dançarino tradicional;
  • Quadrilha revelação estilizada e tradicional;
  • Melhor figurino tradicional e estilizado;
  • Dama da diversidade estilizada e tradicional;
  • Melhor personagem estilizado e tradicional;
  • Melhor dançarina e dançarino estilizados;
  • Melhor equipe de apoio tradicional e estilizado;
  • Melhor temática estilizada e tradicional;
  • Melhor coreógrafo estilado e tradicional;
  • Melhor regional estilizado e tradicional;
  • Melhor noivo tradicional e estilizado;
  • Melhor rainha estilizada e tradicional;
  • Melhor noiva estilizada e tradicional;
  • Melhor marcador estilizado e tradicional;
  • Melhor quadrilha estilizada e tradicional.
A nossa querida amiga e conterrânea Riachuelense Jhéssyka Mendes tem a honra de estar entre as melhores do RN concorrendo ao título de Dama da Diversidade Estilizada. Pedimos a todos riachuelenses para votarmos na nossa conterrânea.

Desde já agradecemos o seu apoio e o seu voto. Compartilhe esta postagem e ajude Jhéssyka a nos dar mais este orgulho a terra do queijo e a todos que fazem parte da sua quadrilha Junina são João que por onde passou arrebentou em suas apresentações. 

Boa sorte Jhéssyka Mendes! 
Estamos com você! 


Confira fotos de Jhéssyka 







E nesse ano de 2017 fui prestigiar minha amiga
dançando no festival aqui em Riachuelo. E claro teve registro sim.



sexta-feira, 11 de maio de 2012

STAR DANCE - Grupo cover da Companhia do Calypso em Riachuelo/RN - A história.



O grupo Star Dance foi um grupo Cover da Companhia do Calypso, da cidade de Riachuelo - RN, criado no ano de 2005, formado por 15 componentes, sendo 8 homens e 7 mulheres, e teve a sua primeira apresentação de estréia na véspera do dia das mães (07/05/2005). 

O grupo foi criado com a finalidade de se tentar resgatar uma nova versão do antigo evento Show das Mães que era tradicionalmente realizado em Riachuelo nos anos 70, 80 e 90 em homenagem e comemoração ao dia das mães. 

De início o grupo tinha uma forte característica de grupo cover da Companhia do Calypso pois em sua maioria as músicas, figurinos e coreografias da banda eram de maior influencia e maior destaque no grupo, e devido também o enorme sucesso da banda com a divulgação do seu 1º DVD ao vivo nesse mesmo ano de 2005 quando passou a se tornar conhecida nacionalmente como o "furacão do Brasil". 

Além da Companhia do Calypso o grupo apresentava ainda dublagens de Cavaleiros do Forró, entre outros. O Star Dance também influenciou na época o surgimento de outros grupos cover na cidade de Riachuelo, como o "Rouge", e outros. 


O Star Dance arrecadava fundos para conseguir figurinos e outros recursos através de patrocinadores e do apoio da Prefeitura Municipal e ajuda de alguns vereadores. Os figurinos eram confeccionados por costureiras locais e algumas peças como os cocares usados na abertura, painel e outros enfeites eram tarefas dos próprios integrantes que eram responsáveis por seus figurinos. 

O local destinado a confecção dos acessórios era uma sala da antiga Sede da Creche M. Pequenos Querubins que foi gentilmente cedida pela diretora, na época a Srª Maria José Queiróz. 

O local dos ensaios era na maioria das vezes na Quadra Municipal, mas também algumas vezes na antiga creche ou na antiga Churrascaria Casablanca. 

A estréia do grupo aconteceu na Quadra de esportes da cidade e correspondeu a todas as expectativas do público que estava eufórico e ansioso para ver a 1ª apresentação do Star Dance. O local ficou lotado. Na ocasião houve também distribuição de brindes para as mães, adquiridos também com os patrocinadores. 

Nas apresentações, todos momentos eram marcantes principalmente a ABERTURA que era idêntica a abertura do DVD da Companhia do Calypso. 

Momento da Abertura na estréia do STAR DANCE dia 07/05/2005 

Robinho e Ítala fazendo a abertura no show de estréia na Quadra de esportes. 

Ítala fazendo pose antes de dançar com a roupa da abertura. 

Jefferson (Bolo preto) na abertura. 
Era ele que dublava também o cantor Robertinho da Companhia


RELEMBRE A ABERTURA NO VÍDEO ABAIXO: 





A integrante Madalena arrebentava nas apresentações, e tinha a grande responsabilidade de dublar a cantora Mylla Carvalho maior nome da Companhia do Calypso até hoje e que deixou a banda após converter-se a religião evangélica e dedicar-se a carreira gospel. Logo na primeira música após a abertura Madalena era erguida pelos dançarinos enquanto ela gritava o bordão de Mylla: _Alguém me segureeee! 

Em seguida dava início a música que foi o maior sucesso da Companhia: 
SE MANCOL, que faz referência a pessoa se mancar, ou seja, "tomar um chá de se mancol". 

Ao fundo Madalena como Mylla Carvalho 
dando um show na música SE MANCOL, 
ainda nesta foto Robson e Ítala. 

Nany e Flávia dançando SE MANCOL 
(Eu lembro que nesta música se a gente dançasse em local com pouco espaço, era todo mundo se batendo numa hora que tínhamos que passar uns pelos outros, rsrs) 

Ítala e Robinho na música SE MANCOL. 
(Detalhe: ao fundo Jeferson que já tinha feito a abertura correu para assistir, depois ia se trocar para a sua próxima apresentação. Era uma correria, mas era muito divertido e gratificante pra nós.) 

Eu e Flávia antes de dançar SE MANCOL 
(Detalhe olha como o nosso figurino era semelhante ao dos dançarinos da Companhia) 



Desenho do figurino by Ricardo Bevenuto 



RELEMBRE A COREOGRAFIA DA MÚSICA "SE MANCOL" : 



Outro grande momento também era sem dúvida a música DEUSA, onde a integrante Nany dava um show e encantava a todos com sua desenvoltura e facilidade em copiar nos mínimos detalhes até os mais despercebidos gestos da cantora Lenne Bandeira. A coreografia era perfeita, e o figurino a cópia fiel. 

Nany (dubladora da cantora LENNE BANDEIRA) 

Robinho e Ítala dançando a música DEUSA 

Flávia entrando com o painel da Deusa que ao ser baixado 
surgia Nany como a cantora LENNE BANDEIRA. 

Este era o painel com a pintura da Deusa 
feito por mim, Ricardo Bevenuto. 

Eu e Flávia dançando DEUSA. 

Eu dançando a música DEUSA. 


RELEMBRE A MÚSICA "DEUSA" NO VÍDEO ABAIXO: 



Sem dúvida que nas apresentações as dublagens da companhia realmente eram as que faziam o maior sucesso no grupo, músicas como os hits "Mais um lance" e "Impossível te amar" 

Flávia dançando MAIS UM LANCE 

Flávia com Geovanilson (Hoje Jéssyka Mendes) 
dançando IMPOSSÍVEL TE AMAR. 


RELEMBRE NO VÍDEO A MÚSICA "MAIS UM LANCE" 
UMA DAS COREOGRAFIAS MAIS ANIMADAS. 



RELEMBRE NO VÍDEO "IMPOSSÍVEL TE AMAR" 
(carinhosamente apelidada por nós de JUBILEU - O corvo do Pica-pau) 



Na música COMPLICADA o componente Jefferson (Bolo preto) dublava o cantor Robertinho e era rodeado somente pelas meninas que davam um show de sensualidade e arrancavam suspiros dos rapazes. A coreografia foi ensaiada com as meninas pela própria presidente do grupo Rodinélia que apostou nesta música, o que deu muito certo. O figurino era um top trabalhado com lantejoula cada uma de uma cor diferente e uma sainha de filó branca estilo bailarina. 


RELEMBRE A MÚSICA "COMPLICADA" NO VÍDEO ABAIXO: 




Na música HOMEM SAFADO Nany e Jefferson interpretavam e encenavan igualzinho a Lenne Bandeira e Robertinho e divertiam o público com uma disputa de piriguetes pelo marido alheio encenada pelas meninas do grupo com participação especial de Geovanilson (Jéssika) que arrancava gargalhadas da platéia ao ser jogado ao chão por Nany e levantar imediatamente com uma rabissaca. 


Flávia interpretando uma das piriguetes que disputam juntas o marido da cantora durante a música HOMEM SAFADO. 



RELEMBRE A MÚSICA "HOMEM SAFADO" AQUI NESTE VÍDEO: 



Na música DESFAZ AS MALAS a dupla Nany e Jefferson 
entravam em cena novamente e desta vez Nany entrava arrastando uma mala enorme. 


OUÇA E RELEMBRE A MÚSICA "DESFAZ AS MALAS": 



No momento Cavaleiros do Forró, Jefferson volta desta vez com Madalena fazendo a Eliza Clívia do Cavaleiros.


RELEMBRE O MOMENTO DA MÚSICA 'IÔ-IÔ" DE CAVALEIROS DO FORRÓ QUE ERA DUBLADA POR MADALENA E JEFFERSON: 



Ja no final do show chegava um dos momentos mais esperados principalmente pela rapaziada: MULHER ELETRICISTA de Cavaleiros do Forró que era interpretada pela presidente e dançarina Rodinélia (A barbie), que igual no DVD entrava vestindo um macacão enorme e boné na cabeça, vestida quase como um homem e ia se despindo com o decorrer da música terminando somente em um traje minúsculo e sensual, com uma saia de tiras de pedras transparentes que deixava transparecer seu fio dental.

RELEMBRE AQUI ESSES MOMENTOS COM O VÍDEO 
"MULHER ELETRICISTA" DE CAVALEIROS DO FORRÓ: 



Após a sua estréia , o grupo STAR DANCE passou a ser convidado para outros eventos da cidade, inclusive fazer a abertura do 1º Arraiá do Povão no primeiro ano de gestão do prefeito Júnior Bernardo, participou também com exclusividade de um show de prêmios do dia das mães realizado pela deputada Gesane Marinho e o vereador Baíca na antiga Churrascaria Casablanca que hoje é o Palácio do Forró. 

Star Dance no evento para as mães realizado pela deputada Gesane Marinho 
na Churrascaria Casablanca 

Flávia no momento da abertura com o nosso saudoso amigo 
Renato Macedo (in memorian) que infelizmente nos deixou no dia 03 de Janeiro de 2012 
(ano dessa postagem). 


E este era o painel principal utilizado 
como fundo nos últimos shows. 


O grupo também marcou presença em cidades vizinhas como São Paulo do Potengi onde apresentou por duas vezes, uma no Centro Lítero e outra em Praça pública em um evento da Rádio Potengi AM, esteve também Santa Maria, Barcelona, Lagoa de Velhos, Bento Fernandes, Caiçara do Rio dos Ventos, e Cachoeira do Sapo. Devido o sucesso na região o grupo caiu nas graças da dupla Ronny Pontes & Adriano que estavam numa turnê aqui no estado do RN e logo formou-se uma parceria e o Star Dance passou a abrir os shows da dupla. 

Eu e a dupla Ronny Pontes & Adriano 

Adriano 

O grupo Star dance já estavam ensaiando a sua segunda temporada inclusive com novos integrantes, mas infelizmente não teve como prosseguir os trabalhos devido a convocação de alguns integrantes para dançar na extinta banda Kaceteiros do Forró da cidade de Guamaré, integrantes como a presidente do grupo e também dançarina Rodinélia (A Barbie), Ricardo Bevenuto (O coreógrafo) e Flávia Araújo (Dançarina), o Star Dance abriu as portas para estes ingressarem no mundo das bandas de forró, vindo também a dançarem em outras bandas como Pistoleiros do Forró de Angicos onde dançavam com a Dançarina Vanessa Carvalho da Banda Garota Safada quando esta ainda não era nem conhecida e ainda se chamava Rosa. Por último estes fizeram parte também do balé do Forrozão Cana de Açucar da cidade de Barcelona - RN. 
Renato e nossa amiga Nininha (ela que nem chegou a estreiar a 2º temporada) fizeram parte do Forrozão Alex & Companhia da cidade de Santa Maria.

Devido a correria e responsabilidade destes integrantes agora com a banda o grupo foi ficando em segundo plano até que resolveu-se dar um tempo, o que resultou no fim do grupo que apesar de ter tido tudo para dar certo durou apenas 4 meses, ficando ativo apenas durante os meses de maio até agosto de 2005.


SEQUENCIA DO SHOW 

Abertura 
Se mancol 
Mais um lance 
Impossivel te amar 
Deusa 
Iô-iô (Cavaleiros) 
Complicada 
Homem safado (Quengas) 
Dudu 
Desfaz as malas 
Mulher eletricista (Cavaleiros) 


INTEGRANTES DO GRUPO 



Rodinélia (presidente e dançarina) 
Rafael (vice-presidente e dançarino) 
Ricardo Bevenuto (coreógrafo) 
Robson Egídio 
Renato Macedo (in memórian) 
Jefferson 
Geovanilson (Jéssika) 
Samuel 
Luiz Carlos (assistente) 
Nany 
Madalena 
Flávia 
Ítala 
Deísy 
Lidiane 

O grupo STAR DANCE foi sem dúvida um dos melhores grupos de dublagem já criados em Riachuelo e região. Foi uma experiência maravilhosa na vida de quem fez parte deste grupo. Hoje muitos dos componentes vivem uma vida muito diferente daquele tempo, mas graças a Deus hoje todo mundo ainda permanece amigo e unidos mesmo na distância. Alguns já tiveram filhos como Nany, Flávia, Madalena e Deísy. Outros foram morar fora como Jeferson que hoje mora em Mossoró e Nany que recentemente foi para o Rio de Janeiro. Luiz Carlos, Rafael, Flávia e Geovanilson (que hoje é conhecido como Jéssika) moram em Natal. Muitos casais daquela época hoje já estão com novos amores, outros simplesmente apenas separaram, e o nosso amigo Renato que infelizmente faleceu no início deste ano, em 03 de janeiro de 2012. Toda essa história e alegrias vividas por nós me motivou a fazer esta linda homenagem a esta turma que fez sucesso e que permanece brilhando na lembrança e no coração de fãs e amigos do GRUPO STAR DANCE.


Espero que tenham gostado dessa postagem super especial feita com tanto amor e carinho. Se puder compartilhar fico muito grato. Obrigado! 




domingo, 4 de setembro de 2011

Minha história de vida profissional como desenhista e artista plástico


Ricardo Bevenuto - Desenhista e artísta plástico - Foto: Arquivo pessoal


"É com imenso prazer que inicio minha primeira postagem no meu blog contando pra vocês um pouco da minha trajetória na minha vida profissional. Não poderia jamais deixam de iniciar falando um pouquinho de mim, e aproveitando a oportunidade que tive quando fui convidado a escrever essa biografia para um trabalho escolar acerca de minha vida exclusivamente profissional, quero aqui e agora compartilhar com vocês. Espero que gostem!"

Meu nome é Francisco Ricardo Bevenuto da Silva, Brasileiro, nascido na cidade de Natal-RN no ano de 1979. Me criei na cidade de Riachuelo aqui no RN, onde passei toda a minha infância e onde vivo até hoje. Sou formado em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA. Atualmente trabalho como secretário do turno vespertino na Creche Municipal Pequenos Querubins desde o ano de 2005.

Desde criança eu sempre gostei de desenhar, e isso era talvez uma das coisas que eu mais fazia durante a minha infância. Lembro-me de que meu pai não era muito a favor da idéia de eu só viver desenhando, pois ele achava que isso não dava futuro pra ninguém, e que eu tinha que estudar e ajudá-lo no roçado, essas coisas de antigamente, dos mais velhos. Mas, no entanto, hoje em dia ele pôde perceber que isso é um dom, e que dom não é pra quem quer, é pra quem Deus dá. E se é dado por Deus, tem que ser usado, não desperdiçado.

Então foi assim que se deu o meu início no desenho e na pintura. A cada dia eu ia me aperfeiçoando sozinho, e no início gostava de fazer meus desenhos olhando por outros, tentando fazer igual, e depois fui começando a criar meus próprios desenhos, da minha cabeça, usando a criatividade. Por isso mesmo é que eu acho muito importante para as crianças na fase desde em que começam a freqüentar a creche, os professores explorarem esse lado artístico delas e a coordenação motora, pois podem surgir grandes futuros talentos, e eu torço muito por isso.

Durante minha fase escolar os meus desenhos chamavam a atenção de colegas e professores, às vezes eu gostava de desenhar nas carteiras, para que as turmas dos outros turnos vissem e fizessem comentários, mas em paredes eu nunca fiz, pois já acho um ato de vandalismo. Assim fui crescendo e me tornando conhecido como um dos melhores desenhistas da cidade, de modo que até começaram a surgir pessoas de fora procurando por meus trabalhos, e até oferecendo oportunidades de emprego em lojas de aniversários, etc. Mas confesso que nesse ponto sempre fui medroso, de ter que deixar minha cidade, casa, família, e até hoje sou assim.

Em 1996, ano em que concluí o magistério, minha mãe pagou para mim um curso de Desenho artístico e publicitário, pelo Instituto Universal Brasileiro, bastante conhecido, que se faz por correspondência via correios, e do qual hoje tenho o certificado de conclusão. Foi maravilhosa essa oportunidade que a minha mãe me deu naquele ano, pois isso só veio a aperfeiçoar meu dom, o dom que Deus me deu. Por isso eu a agradeço muito, de coração.

Porém, deixo claro que não atribuo o meu talento a conclusão deste curso, pois em nada teria adiantado fazê-lo se eu não já trouxesse comigo desde a infância essa minha vocação. Pois talento não se adquire, se aperfeiçoa. O que se adquire são as técnicas, ou seja, novas técnicas. Digo isso para as pessoas que sempre me perguntam se eu fiz algum curso, como se meu talento fosse atribuído exclusivamente aos conhecimentos adquiridos em algum curso. Mas como eu já falei isso é um dom que se você o usa com freqüência ele se aperfeiçoa a cada dia, independente de fazer curso ou não. Já ouvi falar de pessoas que fizeram o mesmo curso que eu, ou outro parecido e terminaram frustrados por não aprenderem nada.

Assim fui vivendo durante toda minha vida continuando a usar esse dom, as pessoas me procurando para fazer trabalhos dos mais variados tipos, desde decoração de paredes de quartos, painéis de aniversário, adereços de quadrilha, caricaturas de pessoas para quadros (inclusive já fiz de várias pessoas), até pintura em fraldas, etc. E a cada novo trabalho feito eu ia me superando. E não é pra me gabar não, mas já tiveram coisas que quando eu terminava, ficava admirando, a ponto de falar: “Será que fui eu mesmo que fiz?” Mas também tem aqueles que eu nem gosto tanto, aí sempre tem alguém que vem e diz: “E não está tão bem feito?” Mas é que eu, como todo virginiano, sou muito perfeccionista, e esse perfeccionismo apesar de ser positivo em várias profissões, consegue também atrapalhar bastante em outras áreas da nossa vida. Pessoas assim costumam cobrar muito de si mesmas, e por isso podem sofrer por querer fazer tudo com muita perfeição, mesmo sabendo que nada nessa vida é perfeito. Pois perfeito mesmo são as criações Deus.

Agora vou confessar uma coisa, antigamente eu tinha muito mais paixão pelo que eu faço do que agora. Talvez isso seja devido à desvalorização do meu trabalho por parte de algumas pessoas (não todas), que acham que a gente tem que trabalhar de graça, ou acham caro os trabalhos, enquanto a gente perde nosso precioso tempo, ou até mesmo ainda tem aqueles que quando recebem o trabalho pronto dizem: “Amanhã ou depois, eu passo aqui e te pago”. Só que esse amanhã nunca chega!

São essas coisas que desestimulam os artistas e fazem com que a gente perca a aquela vontade de querer fazer bem feito, ou até de mesmo não querer nem fazer, por falta mesmo de coragem, ou por medo de ser mais uma vez enganado. Quando se é valorizado, e percebe que seus trabalhos te trazem benefícios (sejam eles financeiros ou não), surge então à vontade de produzir cada vez mais e melhor. As pessoas muitas vezes só gostam de elogiar os trabalhos, e é lógico que é maravilhoso receber elogios, mas eu nem me orgulho tanto disso, pois de que adianta receber tantos elogios e não ter o reconhecimento merecido. Não adianta.

Quero deixar um conselho para aqueles que também têm esse dom de desenhar e pintar. Se você gosta siga em frente, se dedique, procure se aperfeiçoar. Se tiver oportunidade faça um curso, seja por correspondência, ou pela internet (online). Tenha certeza de que se tiver força de vontade, você terá um bom desempenho e conseguirá alcançar seus objetivos. E se surgir oportunidades, agarre-as, pois muitas vezes elas são únicas.

Aqui encerro este relato, que não deixa de ser uma breve biografia acerca da trajetória de minha vida profissional como desenhista e pintor. Agradeço desde já a sua atenção, pela oportunidade de falar um pouco sobre mim em torno do tema proposto e de me expressar a respeito do mesmo. O meu muito obrigado, e até a próxima.


VEJA ABAIXO ALGUNS EXEMPLARES 
DOS MEUS TRABALHOS
























































MAIS VISITADAS DO MÊS


POSTAGENS MAIS POPULARES EM TODO O BLOG