Mostrando postagens com marcador Tratamentos caseiros. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Tratamentos caseiros. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 10 de abril de 2020

Óleo de coco: Um santo remédio para a prisão de ventre. É tiro e queda!



Constipação Intestinal é o termo correto para a terrível e tão incômoda prisão de ventre, que apesar de pouco se falar, afeta grande parte da população que sofre deste mal, e de onde grande parte das doenças são originadas. 

Não é atoa que temos hoje uma sociedade doente de tantas enfermidades, e sobretudo muitas delas tem origem sabe onde? No intestino. Isso mesmo. Grandes médicos especialistas na área garantem que manter uma boa saúde do seu intestino pode evitar inúmeras doenças, já que um intestino doente pode fazer adoecer todo o resto do corpo. 

E nisso não há nenhuma surpresa quando analisamos o padrão alimentar da população hoje em dia: poucos alimentos ricos em fibras, como vegetais e frutas, pouca água e pouquíssimo ou nenhum exercício físico. 

Há ainda o fato de que alguns medicamentos específicos (principalmente antibióticos), situações estressantes, mudanças no seu estilo de vida ou rotina, abusar de laxantes, a síndrome do intestino irritável, viajar ou alterações hormonais também podem desencadear a constipação.

Intestino delgado e intestino grosso
Imagem: Elionas2 por Pixabay



Então, o que você pode fazer para tratar a constipação?

Bons hábitos alimentares e estilo de vida saudável podem funcionar para a maioria das pessoas. Mas algumas simplesmente não melhoram, mesmo depois de mudanças radicais.

Quando isso ocorre, talvez seja uma boa hora para tentar o óleo de coco.

Vamos pensar de uma forma simples: Quando untamos uma fôrma de bolo evitamos que a massa grude na fôrma certo? O princípio é o mesmo. Sem gorduras boas que amolecem as fezes, elas ficam grudadas na parede do intestino com mais facilidade.

Incluir o óleo de coco na alimentação é a forma mais natural e barata de ajudar o intestino a funcionar corretamente. Graças à quantidade abundante de ácidos graxos de cadeia média que aceleram o seu metabolismo e estimulam seus movimentos intestinais.


A quantidade de óleo de coco a ser consumida pode variar de acordo com a tolerância da pessoa


Como tomar?

A quantidade de óleo de coco a ser ingerida pode variar de pessoa para pessoa. Sugere-se em média 1 colher de sopa por dia. Você pode tomar em jejum pela manhã, junto com um ou mais copos de água. 

Caso não queira tomar puro, pode incluir na sua alimentação de várias formas: por cima de uma fruta ou de uma salada de frutas; substituindo o azeite que você geralmente usa para cozinhar; ou até mesmo no café (sim! Fica uma delícia, e já adoça o café). 

Mas não esqueça que os bons hábitos alimentares são essenciais: muita água, muitas frutas e verduras, e poucos alimentos industrializados é a regra.

Se você tem prisão de ventre ou conhece alguém que sofre desse mal agora você já sabe que o óleo de coco é um santo remédio, e uma alternativa natural que vai ajudar e muito.


O blogueiro Ricardo Bevenuto faz uso e aprova os benefícios do óleo de coco para prisão de ventre


Por experiência própria posso afirmar que comigo o óleo de coco deu super certo, e foi o que realmente resolveu esse problema, e sem aqueles efeitos colaterais terríveis como dos laxantes que provocam cólicas e deixam as fezes muito amolecidas. Pelo contrário, o óleo de coco não provoca cólicas e nem torna as fezes pastosas, a menos que você exagere e passe do ponto. 

Na medida certa, ele parece lubrificar o intestino e estimular os movimentos intestinais naturalmente e gradativamente. Além disso, ajuda a eliminar as bactérias ruins, equilibrando assim a flora intestinal. E vale ressaltar que cada organismo pode reagir de forma diferente, então uns podem ter resultado, outros não.

Como já falado, mas só reforçando, a medida ideal pode variar, mas a dose padrão é uma colher de sopa por dia, que pode ser aumentada em até duas por dia, dependendo da tolerância do organismo. Quanto ao horário, pode ser tomado a qualquer hora do dia. 

Você pode tomar em determinados momentos do dia e ir observando como se sente. Quanto a tomar em jejum ou não, se antes ou após as refeições, vale a mesma regra, experimentar e observar como se sente, pois não é um remédio que tem hora certa para tomar, e sim um super alimento que vai melhorar a saúde em geral. 


Óleo de coco, o super alimento
Imagem de moho01 por Pixabay


Mas o óleo de coco não é gorduroso? Não vai fazer mal?

Se você é daqueles que tem medo de fazer uso do óleo de coco por achar que ele é muito gorduroso, fique tranquilo, pois ele faz parte do grupo das gorduras boas das quais o nosso organismo necessita para funcionar bem, e por isso ele só trás benefícios a nossa saúde, tanto, que é defendido por muitos médicos e nutricionistas, inclusive por um dos mais conceituados médicos brasileiros, o Doutor Lair Ribeiro, cardiologista e nutrólogo que promove a medicina natural alternativa. 


Que tipo de óleo de coco posso consumir?

Um dos pontos mais importantes para quem quer experimentar o tratamento com óleo de coco para prisão de ventre, bem como para qualquer outro problema, ou mesmo para manter a saúde em dia, é atentar para o tipo de óleo de coco a ser consumido, que não pode ser qualquer um. 

O óleo de coco que pode ser consumido não é aquele o qual vai ao fogo, pois aquele sim é perigoso se ingerido em grandes quantidades, pois quando extraído por aquecimento o óleo é transformado em gordura perigosa, servindo apenas para tratamentos de beleza ou aplicações externas. O único que serve para ser ingerido é o óleo de coco prensado a frio, e ele deve conter essa informação na embalagem, bem como também deve ter a acidez máxima de 0,3%.

Para saber mais, não deixe de ver o vídeo abaixo onde dou mais detalhes sobre o uso do óleo de coco e sobre minha experiência com ele para o tratamento da constipação intestinal.


Assista o vídeo 
no meu canal do Youtube



Visitem meus canais no Youtube: 




Obrigado a todos os leitores, inscritos e seguidores.




quinta-feira, 7 de março de 2019

Batata-doce: A chave para o fim da gastrite, refluxo, azia e outros problemas estomacais


Você com certeza deve conhecer uma ou mais pessoas que sofrem de sérios problemas estomacais no dia a dia não é verdade? Problemas como gastrite, azia, refluxo e até mesmo úlceras. Mas você sabia que abatata-doce pode ser a chave para o fim destes problemas que atingem milhares de pessoas em todo o mundo?  Se não sabia, agora já sabe, e tudo de maneira muito fácil e muito barata em relação aquele monte de medicamentos que os médicos costumam receitar e que muita gente até toma indiscriminadamente e durante a vida toda.

A simples receita requer apenas dois ingredientes: Batata doce e água. 

Acredite, essa receitinha é milagrosa e não é difícil você encontrar na internet inúmeros relatos de pessoas que garantem que ficaram curadas com essa receita. 

A batata-doce junto com água filtrada são capazes de curar vários tipos de distúrbios gastrointestinais.
Modo de preparação

1 - Descasque algumas batatas cruas, e corte em rodelas. 

(A quantidade é de 1 batata média a grande para cada 600 ml de água, mas  vai depender também do quanto de polvilho você quer preparar)

2 - Coloque-as no liquidificador junto com 600 ml de água mineral ou filtrada e bata. (Não se preocupe se as batatas escurecerem)

3 - Em seguida pegue um refratário e com um pano limpo coe nele a mistura. Deixe descansar por um tempo até que o polvilho se separe do líquido escuro e se deposite no fundo do refratário. A parte branca que sobrará no fundo é o polvilho.

4 - Com cuidado jogue a parte líquida fora, e fique apenas com o polvilho.

5 - Deixe o polvilho secando em um lugar seco.

6 - Assim que secar, desmanche a massa de polvilho e coloque num recipiente com tampa. 

7 - Dissolva uma colher de chá do polvilho de batata-doce em 200 ml de água e mexa bastante. Tome 3 vezes ao dia: em jejum, antes do almoço e antes do jantar.


Os resultados não vão demorar a aparecer, e com certeza você irá se livrar dos seus terríveis e tão incômodos problemas estomacais, como os que aqui foram citados.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas. 
Mas são uma fonte auxiliar de cura natural alternativa que irá com certeza irá te ajudar no tratamento e cura definitiva dos seus problemas. 

Assista os vídeos abaixo.



domingo, 6 de janeiro de 2019

Café com óleo de coco: a bebida termogênica dos famosos que virou febre


Em tempos de musas fitness, o café com óleo de coco virou estrela nas redes sociais. A bebida de propriedades termogênicas é consumida com frequência por beldades como Fernanda Souza, e Yasmin Brunet, mas a lista de famosos vai muito além disso... Em 2016 o jornalista Willian Bonner revelou ao site Ego que também aderiu sob recomendação de sua nutricionista Patrícia Davidson com o objetivo de ajudá-lo a perder peso. Enfim, todos são adeptos de rotinas saudáveis e adotaram a bebida da vez como pré-treino e lanche.  O cantor Luan Santana também já fez post no twitter sobre o uso da mistura, onde ele ainda incrementou acrescentando pimenta caiena, canela e cacau em pó. 

A fórmula turbinada originalmente foi criada por Dave Asprey, um investidor em tecnologia do Vale do Silício, nos Estados Unidos, depois de 15 anos de pesquisa. Batizada de “bulletproof coffee”, a bebida testada por ele leva também um pouquinho de manteiga. A ideia era descobrir um produto simples que pudesse fazer uma pessoa se tornar boa em tudo. A bebida se mostrou eficaz na melhoria de níveis de atenção e energia, assim como na redução de peso. E o empresário garante ter conseguido elevar seu QI em 20 pontos após o consumo. 

Patricia Davidson nutricionista de William Bonner postou vídeo do apresentador no Snapchat
relatando seus resultados (Foto: Reprodução/Snapchat)


Bruna Vilela, consultora nutricional de Fernanda Souza, é favorável ao consumo e garante: 

“Essa combinação possui vários benefícios e é perfeita para ser consumida no pré-treino por favorecer a queima de gorduras durante os exercícios físicos” 

De acordo com Dave, a ingestão regular funciona quase como uma adaptação. A ideia é estimular o organismo a usar óleo e proteína como fontes de saciedade. E o poder de emagrecimento estaria concentrado na cetose, processo em que o corpo usa gordura em vez de glicose para produzir energia. A mistura logo ganhou o mundo e desembarcou recentemente no Brasil de maneira adaptada e como poderoso aliado de quem pratica atividades físicas com frequência. O café com óleo de coco é uma ótima opção para ser consumida antes do treino, porque ajuda a melhorar a performance.


Yasmim Brunet e Fernanda Souza fazem uso do “bulletproof coffee”


PROPRIEDADES DO ÓLEO DE COCO

O óleo de coco extra virgem “favorece o emagrecimento pela presença dos triglicerídeos de cadeia média, estimula atividades antioxidantes e anti-inflamatórias, além de melhorar o perfil lipídico [índices de colesterol]”. Além disso, ele é responsável por aumentar as enzimas de saciedade que inibem a fome.


PROPRIEDADES DO CAFÉ

O café tem ação termogênica e vasodilatadora, que contribui para o rendimento no treino. Já o óleo de coco potencializa a oxidação de ácidos graxos e, consequentemente, a queima de gorduras. Rico em cafeína, substância estimuladora do sistema nervoso central, o café melhora o estado de alerta e também o desempenho em exercícios de força e aeróbicos. “Ele pode, inclusive, reduzir a percepção da dor durante a atividade física”, explica a especialista. “Como o efeito da redução é leve, não acarreta risco quando o exercício é executado corretamente.”


A COMBINAÇÃO

Juntos, os dois ingredientes somam propriedades termogênicas e, por isso, funcionam como excelente pré-treino. “Mas a bebida também pode ser consumida como lanche, para saciar a fome e melhorar o estado de alerta durante o trabalho ou estudo”


Luan Santana também já se rendeu a onda do café com óleo de coco.
Imagem: Reprodução/Twitter



PRÉ-TREINO

O café com óleo de coco é uma ótima opção para ser consumida antes do treino, porque ajuda a melhorar a performance. O café tem ação termogênica e vasodilatadora, que contribui para o rendimento no treino. Já o óleo de coco potencializa a oxidação de ácidos graxos e, consequentemente, a queima de gorduras.

COMO PREPARAR? 

O preparo é simples: basta bater no liquidificador 200ml de café forte e quente misturado a uma ou duas colheres (de sopa) de óleo de coco extra virgem para que assim os ingredientes fiquem bem diluídos e a mistura homogênea. E nada de colocar açúcar viu. O sabor é leve e agradável.  A textura fica um pouco oleosa, mas nada que incomode.

O ideal é que a bebida seja consumida apenas uma vez ao dia, se possível pela manhã. “O óleo de coco tem a função de melhorar a atividade intestinal e seu excesso pode soltar o intestino”, explica a nutricionista Bruna. “Além disso, esse café turbinado pode alterar o sono se for tomado à noite.” A contra-indicação é para pessoas com intolerância à cafeína que devem evitar o seu consumo. 


Assista o vídeo:



sexta-feira, 13 de julho de 2018

COLÔNIA: a planta que reduz pressão alta e ansiedade.

Colônia (Alpinia Speciosa)

Você conhece a planta Colônia? Sabia que além de ornamentar jardins ela tem inúmeras outras utilidades como por exemplo no tratamento de doenças? Isso mesmo, conheça agora o poder desta maravilhosa planta e os seus muitos benefícios .

De nome científico Alpinia speciosa, a planta conhecida como Colônia, possui ainda diversos outros nomes populares como: flor-de-colônia, gengibre-concha, gengibre-casca, macacá, macassá, lírio-rosa-de-porcelana, lírio-de-Santo-Antônio, jardineira, pau-santo, boca-de-dragão, dentre outros. 

Em relação à sua origem há controvérsias: alguns autores afirmam que a planta é nativa do Brasil, enquanto outros consideram que ela é originária da Índia Oriental. 
Na medicina popular, o óleo essencial das folhas é utilizado para reduzir a pressão alta e também como um tônico cardíaco. A planta pertence a família das Zingiberáceas, a mesma do gengibre.  Suas propriedades medicinais concentram-se principalmente em suas folhas e no rizoma. 

Rizoma da colônia

A colônia possui diversas propriedades medicinais, dentre as quais estão as seguintes: Antibacteriana, Antiedematosa, Anti-hipertensiva, Anti-histérica, Anti-stress, calmante, depressora do sistema nervoso central, digestiva, diurética, antiulcerogênica, hipotensor, sedativa, tônica, vermífuga, relaxadora vascular, estimulante da motilidade intestinal entre outras. 

Em algumas regiões do mundo, a colônia é considerada balsâmica, diurética e tônico-estomacal, sendo utilizada para tratar gripes, resfriados, febres, flatulência, indigestão e outros problemas estomacais.

Contraindicações e efeitos colaterais da colônia

Não deve ser utilizada durante a gravidez. Pode ser abortiva. Também não é indicada para pessoas hipotensas (pressão arterial baixa).



COMO PREPARAR O CHÁ DAS FOLHAS DE COLÔNIA.

No vídeo abaixo você irá conhecer um pouco mais desta maravilhosa planta e também aprender a preparar o seu chá para poder usufruir de todos os seus benefícios.



domingo, 23 de abril de 2017

CONHEÇA 10 BENEFÍCIOS QUE O ÓLEO DE COCO PODE FAZER PELA SUA SAÚDE

De geração a geração, o óleo de coco é coringa de quem gosta de se cuidar e usar produtos naturais que tem múltiplas funções.

Ele fortalece o sistema imunológico, ajuda a emagrecer, regula o intestino e traz inúmeros outros benefícios à sua SAÚDE EM GERAL! Conheça as maravilhas desse que ocupa o 3º lugar entre os super alimentos do mundo!

Após muitos estudos, hoje já não restam mais dúvidas quanto a eficácia do maravilhoso ÓLEO DE COCO para a manutenção da nossa saúde em geral. Ele comprovadamente ajuda a emagrecer, melhora o nosso sistema imunitário, possui ação antioxidante, além dos seus inúmeros usos cosméticos.

Duas a quatro colheres de sopa por dia. Essa é a quantidade média recomendada para o consumo do óleo de coco, uma gordura saturada, mas de origem vegetal, que está fazendo a cabeça não só de quem está de dieta, mas até daqueles que precisam controlar problemas de saúde. "O produto 100% natural apresenta propriedades que favorecem a perda de peso, reduzem o colesterol ruim e até controlam os níveis de açúcar no sangue", aponta a nutricionista Cátia Medeiros, da clínica Espaço Nutrição, em São Paulo.



10 benefícios do óleo de coco para a saúde



1. CONTROLA A COMPULSÃO POR CARBOIDRATOS.

 
O óleo de coco certamente deve ser um alimento que não pode faltar na dieta de quem tem diabetes ou de quem não resiste a uma guloseima. "Assim como os alimentos ricos em fibras, ele ajuda a manter níveis estáveis de glicose no sangue e não estimula a liberação de insulina, o que diminui a compulsão por carboidratos", explica a especialista Cátia Medeiros. Ao contrário de outros óleos poli-insaturados, que dificultam a entrada de insulina e outros nutrientes dentro das células, o óleo de coco favorece essa entrada e, por isso, a taxa de açúcar no sangue fica normalizada.


2. PROMOVE A SACIEDADE.

 
Por ser uma gordura, o óleo de coco tem uma digestão diferenciada. "Ele permanece mais tempo no estômago do que um carboidrato, por exemplo, o que aumenta a sensação de saciedade", explica a nutricionista Cátia Medeiros. Com o apetite reduzido fica mais fácil segurar a vontade de petiscar o dia todo, hábito que pode sabotar a dieta e, consequentemente, o desejo de emagrecer.


3. ACELERA O METABOLISMO.

 

De acordo com a nutricionista Maria Fernanda Cortez, da clínica Nutri & Consult, em São Paulo, se consumido diariamente, o óleo de coco aumenta o gasto energético do organismo. "Ele estimula o funcionamento da glândula tireoide, que está diretamente ligada ao nosso metabolismo, o que aumenta a queima de calorias", explica.

Assim, não adianta apostar em dietas radicais se essa glândula e, consequentemente, seu metabolismo não está funcionando adequadamente. O ponteiro da balança simplesmente não sairá do lugar.


4. REGULA O INTESTINO E ACABA A PRISÃO DE VENTRE

 
Por ter rápida absorção e solubilidade, o óleo de coco também é amigo do intestino. "Seus componentes agem normalizando o trânsito intestinal", diz Cátia Medeiros. As ações benéficas para o intestino também valem no caso de o intestino solto, pois ele ajuda a eliminar bactérias perigosas e favorece o crescimento da flora intestinal saudável.



5. REDUZ O COLESTEROL.

O bom funcionamento da tireoide, favorecido pelo consumo de óleo de coco, também garante a redução do colesterol LDL (colesterol ruim) e a elevação do colesterol HDL (colesterol bom). "Isso ocorre porque essa glândula consegue metabolizar esse componente na formação de hormônios essenciais", explica a nutricionista Maria Fernanda. Com a normalização da taxa de colesterol sanguíneo há diminuição do risco de doenças cardiovasculares.


6. FORTALECE O SISTEMA IMUNOLÓGICO.

 
Graças ao seu poder antiviral, antifúngico e propriedades antibacterianas o óleo de coco é excelente para o fortalecimento do sistema imunológico. "Ele age no combate e na prevenção contra o ataque de vírus, bactérias e fungos que ameaçam a saúde em geral e ainda melhora a absorção de nutrientes, reforçando as defesas do organismo. Isso ocorre devido ao ácido láurico, também presente no leite materno e que tem o poder de combater inúmeras infecções.


7. FONTE DE ENERGIA, É TERMOGÊNICO E PODE SER USADO COMO PRÉ-TREINO

 
O óleo de coco fornece energia rápida para executar o treino com maior disposição, acelerando o metabolismo. Ou seja, possui efeito emagrecedor, promovendo sensação de saciedade, o que pode inibir a fome durante o treino. Alguns nutricionistas recomendam combinar com o café - que estimula o sistema nervoso central, melhora o estado de alerta e também o desempenho em exercícios de força e aeróbicos -, o óleo de coco é um excelente termogênico que pode ser consumido antes do treino.


8. COMBATE O ENVELHECIMENTO PRECOCE.

 
O óleo de coco promove a diminuição de radicais livres presentes no organismo, responsáveis pelo envelhecimento celular", aponta a Maria Fernanda. Segundo ela, isso acontece graças a ação de componentes da vitamina E, presentes no óleo. Até certo nível, os radicais livres são benéficos para o corpo, mas o acúmulo pode causar não só o envelhecimento precoce, como também o desenvolvimento de um câncer em decorrência da oxidação de células saudáveis.


9. CABELO SAUDÁVEL

 
O óleo de coco também é um excelente aliado da saúde do cabelo e do couro cabeludo. Ele auxilia no crescimento saudável, previne e combate a queda, caspa, e dá muito brilho. Existem inúmeras formas de usar e você pode escolher a que mais gostar. Pode ser aplicado puro alguns minutos ou algumas horas antes de lavar o cabelo, fazendo umectações, ou misturado ao creme de hidratação.


10. PELE SAUDÁVEL.

 
O óleo de coco é um poderoso hidratante e rejuvenescedor para a pele, ele cria uma camada protetora, além de ajudar a manter a umidade natural. As propriedades existentes são também cicatrizantes e anti-inflamatórias. Para quem tem pele oleosa é bom ter um pouco mais de cautela. O ideal é usar em algum momento você não precise sair. Um ótimo momento é aplicar algumas horas antes do banho. Algumas pessoas usam para dormir e acordar com uma pele super renovada.


COMO CONSUMIR O ÓLEO DE COCO?

Para quem quer consumir o óleo de coco para ter seus benefícios para a saúde em geral deve antes atentar para algumas informações. 

Não se deve consumir o óleo o qual é feito aquecendo ao fogo, pois durante o aquecimento o óleo transformasse num tipo de gordura que não é saudável para o consumo. O ideal para ser consumido diariamente é o óleo Extra virgem, pois este é obtido através de um processo diferente, no qual ele é prensado a frioAlém disso deve ter a acidez máxima de 0,3%. 

Lembre-se que ao comprar deve verificar se contém todas estas informações no rótulo (Extra virgem, prensado a frio, e acidez máxima 0,3%.) 

Caso queira fazer o seu óleo em casa existem vídeos na internet ensinando como fazer o óleo extra virgem.

Segundo o Dr. Lair Ribeiro a medida recomendada é de até 2 colheres de sopa por dia, mas a tolerância varia de pessoa para pessoa. Caso perceba uma atividade intestinal mais intensa do que o normal diminua a quantidade para uma colher por dia.


É SEGURO TOMAR ÓLEO DE COCO? 

Existem muitos artigos científicos disponíveis na internet, defendendo o óleo de coco como um super alimento que é capaz de turbinar a saúde como um todo. 

Quando você ver a mídia falando mal do óleo de coco não acredite, questione, pesquise, se informe, veja quantos e quantos médicos e cientistas defendem seu uso. Se falam mal, certamente é para que as pessoas fiquem com medo de utilizar, pois o interesse de grandes corporações não é ver as pessoas saudáveis, isso não é de interesse de alguns, pois não dá lucros. 

Se pensarmos bem, certos remédios mais deixam as pessoas dependentes do que realmente curadas. Então, cabe a nós blindarmos nossa saúde com alimentos saudáveis, e quanto a isso, o óleo de coco vem a ser um grande aliado.

E aí, conta se você já sabia de todos esses benefícios do nosso querido e amado óleo de coco?Você faz uso dele? Para qual objetivo? Vamos interagir.



sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Receita 2 em 1 para clarear e alisar o cabelo naturalmente. (Sem química)


Esta receita é ideal para quem deseja clarear e alisar gradativamente os cabelos sem usar química.

Um dos desafios para quem pinta e alisa os cabelos é encontrar o equilíbrio perfeito ou o casamento ideal entre produtos compatíveis, para diminuir possíveis efeitos indesejados que a junção de dois tipos de química diferentes num mesmo cabelo possam causar, como é caso de alguns tipos de alisantes e tinturas. E mesmo que o intervalos de tempo recomendado sejam seguidos a risca, é bom sempre ficar bem atento a certas combinações para não correr o risco de danificar o cabelo. 

O pior é quando os produtos não são compatíveis, aí nesse caso corre-se o risco de comprometer seriamente os cabelos. E é justamente devido ao medo que algumas pessoas tem de ter problemas com químicas, que optam por utilizar apenas receitas caseiras que levam apenas ingredientes naturais e até alimentícios na mistura, como esta que irei ensinar nessa postagem.

Esta é uma incrível receita para você que deseja clarear e alisar seu cabelo ao mesmo tempo, com resultado progressivo e sem o uso de química. Essa misturinha faz maravilhas pro cabelo e o resultado incrível! Você pode conferir nas fotos ao final dessa postagem. Cabelo com um brilho espetacular, macios, fios alinhados, sem frizz, com um clareamento sutil e gradativo a cada aplicação. Você vai se surpreender com o resultado!


DO QUE IREMOS PRECISAR?

  • 1 Xícara de chá de camomila
  • Canela em pó
  • Leite de coco
  • 1 limão

Materiais e ingredientes que vamos utilizar



QUANTIDADE (Depende do comprimento do cabelo, aumente se necessário)
  • 1 colher de limão
  • 2 ou 3 colheres de chá de camomila
  • 2 ou 3 colheres de canela em pó
  • 2 ou 3 colheres de leite de coco

PROCEDIMENTO:

Não tem muito segredo. Comece colocando todas as medidas dos ingredientes num recipiente de vidro ou de plástico e mexa bem.

Aplique a mistura no cabelo seco, e aguarde de 30 a 60 minutos. 

Se preferir use uma touca plástica para intensificar os resultados. 

Passado o tempo necessário, agora é só lavar com um shampoo e condicionador de sua preferência e finalizar como de costume com seus produtos preferidos, e não esquecendo, é claro, de finalizar com secador e chapinha, que é importante para garantir o efeito desejado.

Não é necessário lavar o cabelo antes, a menos que você tenha o cabelo muito oleoso.


Veja o vídeo:





OBSERVAÇÕES

    ✔️ Pode ser usado até duas vezes por semana.

    ✔️ Lembre: Por ser uma receita natural, os resultados de clareamento são progressivos e vem com o tempo, com o número de aplicações que fizer. Em compensação o efeito de alisamento pode ser sentido de imediato, graças a combinação do leite de coco e limão. 

    ✔️ Vale ressaltar que por ser natural a mistura não tem poder de transformar a fibra capilar como acontece com as químicas.

    ✔️ Graças ao limão: a hidratação, maciez, redução de volume e brilho extremo também é sentido de imediato.

    ✔️ Atenção: se tiver cabelo curto e tiver que aplicar no couro cabeludo se certifique que não é alérgico(a) a canela, ou faça um teste antes. (A canela pode provocar reação alérgica em algumas pessoas mais sensíveis).

    ✔️ Utilize uma camiseta velha para a aplicação e afaste as coisas pois, a mistura por ser muito líquida escorre bastante.

     

CONFIRA O RESULTADO:






Espero que tenham gostado da postagem.

Convido você a fazer uma visita aos meus canais do YouTube. 




Valeu galerinha!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Como clarear o cabelo naturalmente com canela, mel, azeite e vinagre.



Você já pensou em clarear seu cabelo utilizando algo natural e sem uso de química? Se a resposta for sim, saiba que existe uma receitinha simples e fácil de fazer que vai ajudar você a conseguir clarear o tom do seu cabelo de forma sutil e gradual. É isso que iremos aprender agora nessa postagem. Então corre, pega papel e caneta para anotar os ingredientes e bora entrar em ação para deixar os seus cabelos ainda mais bonitos e iluminados com essa receitinha caseira incrível.


INGREDIENTES: 

  • vinagre de maçã, 
  • mel; 
  • azeite de oliva; 
  • canela em pó; 
  • creme capilar sem petrolatos (silicones e parafinas) Recomendo o yamasterol.





MODO DE USAR:

Misture todos os ingredientes utilizando quantidades iguais de cada um deles.

As medidas são definidas de acordo com o tamanho do seu cabelo: c
ompridos, uma colher de sopa de cada ingrediente. Se for médio ou curto uma colher de sobremesa ou de chá.

Após misturar tudo, aplique no cabelo não lavado, de preferência molhado. 

Deixe agir por 30 minutos, e se preferir use uma touca plástica. 

Após o tempo determinado, lave e condicione os fios com seu xampu e condicionador habitual.


Vídeo




RECOMENDAÇÕES:
  • Aplicar uma vez por semana.
  • Não aplicar na raiz, a menos que você tenha certeza que não tem alergia a canela.
  • Pode ser usado nos cabelos virgens ou tingidos.
  • O resultado é gradual e vai se intensificando com as aplicações.

Gostou da receita?  
Breve postarei outras receitinhas capilares incríveis.


Visitem meus canais no Youtube:

☆ Rick Wonder 



Obrigado a todos os leitores, inscritos e seguidores.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Elimine as falhas da sobrancelha com óleo de rícino


Não existe nada mais incômodo do que começar a notar falhas nas sobrancelhas ou perceber que estamos perdendo muitos fios, e por este motivo vê-las ficarem desiguais ou muito finas. E aí quando vamos tentar consertar, as vezes o problema se torna cada vez pior, não é verdade? Chega a ser desesperador. 

Mas calma, nem tudo está perdido. Ainda bem que a mãe natureza sempre muito generosa, se encarrega de nos dar uma forcinha quando estamos com algum problema do tipo. E aqui nesta postagem irei apresentar algo que pode te ajudar.

O óleo de rícino para quem não sabe é um poderoso aliado no tratamento de sobrancelhas ralas ou com falhas por estimular o crescimento das mesmas.  Além disso, pode ser usado também nos cílios para torná-los maiores e mais destacados. 

Para quem não conhece, o óleo de rícino é nada mais nada menos é, do que óleo de mamona, sim mamona, aquela frutinha verde que muita gente brincava de guerrear com elas quando era criança.

O óleo de rícino é extraído da mamona


Esse óleo maravilhoso tem função bactericida e fungicida e também pode ser usado contra a queda capilar e caspa por possuir ativos que estimulam a atividade celular no couro cabeludo, e melhorar a circulação sanguínea local. Mas aqui nesta postagem irei ensinar especificamente o seu uso em sobrancelhas.

Observe as fotos abaixo o antes e depois, onde vocês podem ver que tenho falhas na sobrancelha, mas que com o uso do óleo de rícino pude perceber diferença com um ou dois meses de tratamento. (Sim, pode demorar a aparecer os resultados, mas isso varia de pessoa para pessoa, e é preciso ter paciência). 

Você pode encontrar o óleo de rícino em qualquer farmácia e ele custa bem baratinho.


Antes

Depois: (Resultado significativo obtido com o uso entre um a dois meses)


COMO USAR:

Com um cotonete, passe o óleo em toda a sobrancelha no sentido do nascimento dos fios. (caso ela esteja curta, passe também onde quer que os pelos nasçam para que fique mais longa)




COM QUE FREQUÊNCIA USAR?

Faça isso antes de dormir e lave o rosto pela manhã  ao acordar retirando o óleo. Esse procedimento deve ser realizado durante 5 noites + uma PAUSA de 3 noites. 
Faz 5, pára 3, faz 5, pára 3, e assim vai! Use regularmente, e não desista.

É muito importante dar esse tempo de pausa. Não use direto pois pode atrapalhar no processo.


SUPER DICA: 

Para tornar a aplicação ainda mais prática uma ótima dica é aproveitar uma embalagem de rímel vazia, de preferência incolor, que dá menos trabalho pra limpar. Basta apenas lavar e higienizar (lave bem ou deixe um tempo de molho em água morna e xampu neutro de bebê. Se preferir por último lave com álcool e deixe secar. Depois é só colocar o óleo dentro e pronto! Por ele ser muito grosso pode ser meio difícil, mas com um pouquinho de coordenação motora e paciência dá certo. 

Para facilitar aproveite uma embalagem de máscara de cílios vazia
para colocar o óleo de rícino dentro



Vá colocando aos pouquinhos para não derramar, empurrando o óleo para dentro do tubo com a escovinha da máscara de cílios. Pronto, agora já pode usar a escovinha da embalagem do rímel com o óleo e passar nas sobrancelhas. Se quiser passar nos cílios retire bem o excesso como faz com o próprio rímel. Mas tenha cuidado para não cair nos olhos, pois pode irritar e arder. Eu mesmo nunca testei nos cílios, pois uma vez senti arder os olhos.

Vale salientar que é importante continuar o uso mesmo após se obter algum resultado, pois interrompendo pode ser que volte a cair os pelos nos locais onde antes havia as falhas.


Assista o vídeo 



Aproveito para convidar você a visitar e se inscrever no meu canal do youtube
Lá tem muitos vídeos com muitas outras dicas legais e receitinhas.

Um forte abraço do amigo Rick!

MAIS VISITADAS DO MÊS

POSTAGENS MAIS POPULARES EM TODO O BLOG