domingo, 1 de abril de 2012

PROJETO HISTÓRIA DA MODA NO SÉCULO XX



O Projeto História da Moda no Século XX foi desenvolvido com os alunos da Escola Estadual Manoel Severiano em Riachuelo/ RN na 1ª gestão da diretora Joana D´arc Cavalcanti Alves, nas turmas do 2º ano "A" e "B" durante o 3° e 4º bimestre, nos meses de Julho à Dezembro, e foi realizado pela professora Maria de Fátima Bevenuto. Este projeto possibilitou a utilização de habilidades e competências como coleta e interpretação de fontes de determinados e variados procedimentos de pesquisas. A culminância do projeto se deu com um grande evento realizado no dia 02 de Dezembro de 2005 com desfiles e apresentações".


Os objetivos:

  • Comparar a moda atual e a de outros momentos históricos.
  • Posicionar-se diante de fatores de moda presentes a partir de interpretação de suas relações com o passado.
  • Atuar sobre os processos de construção da memória social da moda, partindo da crítica dos diversos momentos socialmente instituídos.


Justificativa:

Foi importante desenvolver este trabalho, pois sintetizou-se as relações entre as durações e a constituição da memória e da identidade social, o ensino de História desenvolvido por meio de atividades específicas com diferentes temporalidades pode favorecer a realização de valores do mundo de hoje e distinção de diferentes ritmos e transformações históricas.



PROJETO HISTÓRIA DA MODA
NO SÉCULO XX

(*Para ver melhor os detalhes de alguma determinada foto
clique na imagem para ampliar)

Período de 1900 a 1914



  • Época das sombrinhas;
  • Bordados e rendas;
  • Anáguas, chapéus, época da moda clássica;
  • Época também dos seguintes acontecimentos: EMANCIPAÇÃO FEMININA;
  • Estilistas de destaque como: Jacques Doucet;
  • Época em que personalidades femininas marcaram como a bailarina ISADORA DUNCAN;
  • Dançarinas revolucionárias que dançavam quase nuas cobertas apenas com um véu;
  • Época da saia entravada até o tornozelo;
  • Saia abajur, bainha de arame;
  • Época em que a mulher se libertou dos espartilhos;
  • Início do século XX. Vestidos bordados.




Período de 1914-1929
ANOS LOUCOS


  • Eclosão da guerra na Europa, muitas mulheres entraram no mercado de trabalho;
  • Época em que a estilista Gabriele Chanel (Coco Chanel) revolucionou a moda na década de 20.
  • Época da renda;
  • Roupas de tons neutros ou negros durante a guerra;
  • Em 1918 a Inglaterra tentou criar um "Vestido padrão nacional", prático, com fivelas para todas as ocasiões. (Porém a criação não foi aceita);
  • 1919 a 1929 - "ANOS LOUCOS", surgiu a Alta costura, usados por artistas americanos.
  • Pessoas que frequentavam boates de moda;
  • O chapéu era acessório obrigatório;
  • Anos 20: Capas, blazers, colares compridos, boinas, cabelos curtos. A MODA CHANEL perdurou por muito tempo.



  • Vestidos pretos- Grande sucesso até os dias atuais;
  • PERFUME CHANEL Nº 5, mais vendido até hoje;
  • Cor rosa choque ganha destaque;
  • Período marcado pela liberdade da mulher.




Período de 1929-1945

  • 1929 - GRANDE CRISE FINANCEIRA MUNDIAL e queda da bolsa de valores em Nova Iorque;
  • Surgiram os regimes autoritários na Europa - O FASCISMO e o NAZISMO.
  • Na moda feminina, saias longas e cabelos compridos, vestidos com bolero;
  • Vestidos de noite - algodão e casimira;
  • Visual sofisticado com sobrancelhas e pálpebras marcadas com lápis e pó de arroz.

No final da guerra surgiram:

  • Vestidos longos, cintura marcada, sapatos altos, acessórios luxuosos, peles, jóias;
  • A revelação era um conjunto de três peças composto de um casaquinho simples de crepe usado por fora das saias.



Ano de 1947:

  • Surgem vestidos com grandes decotes para todas as ocasiões;
  • Vestidos, saias balão justo na cintura e nas bainhas;
  • Vestidos Tomara-que-caia, luva curta, flanela xadrez, casacos com mangas, chapéus de abas largas, óculos Ray-Ban, maiôs catarina, saia rodada.
  • Destaque em vestidos de noiva.

(Revista Vogue - 1947 - com as maiores modelos da época)



Período de 1960 - 1970


ANOS MARCADOS POR GRANDES ACONTECIMENTOS:
  • A conquista espacial;
  • Surgimento do movimento hippie;
  • Movimentos gays e femininos;
  • Politização dos jovens;
  • Auge da prosperidade financeira, clima de euforia consumista gerados nos anos pós-guerra nos EUA, que passaram a ser grandes consumistas de moda.
  • É apresentado pela primeira vez o smoking feminino, em 1966, com uma blusa transparente e uma calça masculina, depois disso o traje passou a desfilar em todas as coleções.
  • 1958 - vestido trapézio, ombros estreitos, saia evasé.
  • Blusões de couro preto sobre blusas de gola rolê.



MODA INTERNACIONAL

  • Cabelos curtíssimos e cílios postiços;
  • miniblusa;
  • cortes de cabelos e penteados.
  • também ficou famosa a camiseta.
  • A volta da mini-saia.


NESSA ÉPOCA NO BRASIL LUTAVA-SE CONTRA A DITADURA MILITAR, CONTRA A REFORMA EDUCACIONAL E QUE MAIS TARDE RESULTARIA NA DECRETAÇÃO DO ATO INSTITUCIONAL E QUE MAIS TARDE RESULTARIA NA DECRETAÇÃO DO ATO INSTITUCIONAL Nº 5.

  • A juventude dos anos 60 teve o desejo de se rebelar, houve a busca por liberdade sexual.
  • Surgiu a pílula anticoncepcional.
  • No início da década, comportamento sexual mais liberal. Porém queriam igualdades de direitos e salários.
  • Os anos 60 chegou ao fim coroada com a chegada do homem à lua.


Período de 1970 a 1980

  • Algodões estampados com pequenas flores.
  • Anáguas com encaixe de rendas.
  • Chapéus de palha armados, cabelos ondulados.
  • O movimento hippie ganha força.
  • Jeans bordados de flores, pantalonas tipo Oxford, saias longas e vaporosas.
  • Sapatos plataformas, calças de boca larga, bandanas florais, etc.



  • Peças coladas ao corpo, visual unissex para ambos os sexos.
  • Tecidos rústicos, saias de lã com batas.
  • Blusas grossas de tricô,
  • As mulheres continuavam lutando por seus direitos.
  • Destaque também para a moda estilo oriental.



Período de 1980 a 1990

  • Esta década ficou conhecida como a "Década do exagero".
  • O blazer é peça de resistência.
  • Moda Punk nasceu no final dos anos 70 reflete nos penteados e vestimentas junto à moda disco-glitter.


Bem diferente dos atuais cabelos lisos da era da chapinha, nos anos 80 o que as pessoas buscavam era um visual bem mais rebelde, com cabelos volumosos, armados, e espetados.

  • A mini-saia aqui reinava soberana.
  • Os looks eram inspirados no estilo Rock and Roll.
  • Brincos e Bijuteiras exageradamente enormes.
  • Os ombros eram realçados com enormes ombreiras.


  • Surge um estilo que não encontrou espaço, mas em 1976 mostrou um público "ávido pelas loucuras", que foi as roupas feitas de tapetes de ráfia, Tutus de bailarinas e jaquetas, essas loucuras não só foram aceitas como disputadas, corseletes deixaram de ser roupa de baixo e ganharam as passarelas.
  • Nas passarelas: Grávidas desfilavam e os homens exibiam saias.
  • A descoberta dos benefícios da ginástica acabou levando conceitos, tecidos e modelagens das academias para o dia-a-dia.



Período de 1990

  • Última década do segundo milênio, a moda inspira em muito do que já passou.
  • Até a metade da década de 90, o exagero dos anos anteriores ainda influenciou a moda.
  • Foram lançados jeans coloridos, blusas segunda pele. A lingerie entrou em evidência e isso alavancou a moda íntima, que criou peças para serem usadas à mostra, inclusives com novos materiais e cores.
  • Década marcada pela diversidade de estilos que convivem harmoniosamente.
  • A moda seguiu várias tendências produzindo peças para cada tipo de consumidor e para todas as ocasiões.


  • Os homens preferem o uso de camisetas enormes.
  • Mulheres: as calças jeans que quase alcançam os seios.
  • Surgiram estilos mais despojados para adolescentes, com calças e bermudões largos, e camisas xadrez.
  • É a década da Prada, Versace, Armani, Dolce e Gabana,Guci entre outros.
  • A silhueta considerada ideal pelas mulheres desta vez é a das manequins com braços e pernas finas, estilo adolescente.
  • A partir da metade da década de 90 as roupas já se tornam mais comportadas em cores e modelagens. Em vez de mais, menos. Começa a era da modernização dos looks.
  • As saias cobrem os joelhos e as calças se tornaram roupas do esporte, transparências e decotes em todas as coleções tornam o busto um objeto de desejo. Com isso cresce a industria do silicone.
  • Aperfeiçoamento da roupa masculina, paletós, casacos e blazer, moda também para as mulheres.
  • No final dos anos 90 o jeans entra em evidencia com novos e vários estilos e modelos. O jeans rasgado e com lavagens faz sucesso entre ambos os sexos.
  • Sapatos e botas de bico quadrado.



  • Surgem as calças santropês de cintura baixa e a volta das calças bocas de sino para ambos os sexos.
  • Foram aderidas saias longas, calças pantalonas, estampas de bichos, como vaca, zebra, onça e cobra. Blazers mais justos.
  • A moda dos anos 90 buscou referências nas décadas anteriores , fazendo releituras dos anos 60 e em seguida dos anos 70, tudo mesclado a modismos dos anos correntes.
  • Também no auge, surge uma vasta linha de acessórios e perfumes.


O EVENTO

“Projeto História da Moda
no Século XX”

(02 de Dezembro de 2005)


ENTRADA DAS BANDEIRAS

Bandeira da Escola Estadual Manoel Severiano

Bandeira do Estado do Rio Grande do Norte

Bandeira do Brasil



DESFILES DOS PRESIDENTES
DA REPÚBLICA


Muito se prosperou durante o Império, todavia as idéias republicanas começaram a germinar junto a opinião pública.
  • As forças armadas serviram à pátria.
  • A princesa Isabel decretou a Lei Áurea.
  • A 19 de Novembro o governo provisório instituiu uma bandeira definitiva de "Ordem e Progresso". Os chefes do movimento deram ao país o nome de República do Estados Unidos do Brasil (hoje República Federativa do Brasil).
Deodoro foi o primeiro presidente da República e Floriano Peixoto Vice-Presidente (provisório).

Alguns motivos levou Deodoro a renunciar, Floriano assumiu terminando seu mandato em 1894. Sendo substituído por Prudente de Moraes que governou até 1898. Sucessivamente o país foi governado pelos presidentes a seguir, representados neste evento pelos alunos da ESCOLA ESTADUAL MANOEL SEVERIANO.



Presidentes que governaram
durante o século XX:

1898 a 1902 - Campos Sales

Governou Brasil sendo o primeiro presidente do século XX.

Representado aqui pelo aluno JORGE MARTINIANO.


1092 a 1906 - Rodrigues Alves

Época que foi marcada pelo saneamento do Rio de Janeiro, por Osvaldo Cruz.

Aluno: IVANILDO ALEXANDRE.


1906 a 1910 - Afonso Pena

Faleceu em 1909, foi substituído pelo Vice-Presidente Nilo Peçanha que governou de 1909 a 1910.

Aluno: CRISTIANO TOMAZ.


1910 a 1914 -
Marechal Hermes da Fonseca.


1914 teve início a 1º Guerra Mundial.

Aluno: JOÃOZINHO


1914 a 1918 -
Venceslau Brasil, Severino Brito


Época marcada pela guerra.



1919 a 1922 -
Epitácio Pessoa

Faleceu no ano de 1919 e foi substituído por
Delfim Moreira até a nova eleição.

Aluno: FAGNER.


1922 a 1926 -
Artur Bernardes.

Aluno: JÚLIO


1926 a 1930 - Washington Luiz
Deposto pela Revolução de 30 pouco antes de terminar seu mandato.

Aluno: JEFFERSON.


1930 a 1945 -
Época do Estado Novo.
Getúlio Vargas (deposto).

  • Época em que não havia partidos políticos nem Congresso Nacional,
  • os Estados eram governados por interventores
  • nomeados diretamente por Getúlio.


1945 a 1951 - Eurico Gaspar Dutra

Após deposição de Getúlio, houve eleição que levou Dutra ao poder.

Aluno: RICARDO IDALINO.


1951 a 1954 - Getúlio Vargas

Voltou ao poder como presidente eleito. Suicidou-se em 1954.

Aluno: VICENTE RODRIGUES.


1956 a 1961 -
Juscelino Kubitschek de Oliveira.

Fundou Brasília e efetivou o desenvolvimento no Brasil.

Aluno: ALFRAN


31/01/1961 a 25/08/1961 -
Jânio Quadro

Renunciou após 7 meses e foi substituído por Ranieri Mazzili
que passou a presidência a João Goulart.

Aluno: ERIBERTO


1961 a 1964 -
João Goulart.

Assumiu após renúncia de Jânio Quadro
e foi deposto pelo Golpe Militar de 31/.03/1964
(Revolução de 1964)


1964 a 1967 - Humberto de Alencar Castelo Branco.

Um dos primeiros organizadores do movimento de 31/03/1964.

Aluno: ARTUR RAMON.


1967 a 1969 - Artur da Costa e Silva.
Afastou-se por motivos de saúde, sendo substituído por uma junta militar.

Aluno : THIAGO BRUNO.


1969 a 1974 -
Emílio Garrastazu Médice.

Aluno: CLEUDISSON.


1974 a 1979 - Ernesto Geisel.

Aluno: CANINDÉ FILHO.


1979 a 1985 -
João Batista de Oliveira Figueiredo.

Aluno: CLÉCIO.



1985 a 1990 - José Sarney.

Autor que por do Plano Cruzado,
que por algum tempo deu a impressão que havia resolvido
os problemas econômicos do Brasil.

Aluno: ROMÁRIO.



1991 a 1992 -
Fernando Collor de Melo.

Primeiro presidente eleito pelo povo,
desde Jânio Quadro, renunciou e após ser autorizado pelo congresso,
seu afastamento foi por corrupção em 29/09/1992.

Aluno: CARLOS FERNANDES.


1993 em 21 de Abril
É realizado um plebiscito para escolha do sistema de governo,
ganhou o Presidencialismo. O governador Itamar Franco.

Aluno: THIEGO.



1995 a 1998 -
Fernando Henrique Cardoso.

Presidente eleito para este período.
Tornando-se o 36º presidente do Brasil
e o último presidente do século XX.
Aluno: JOSEMÁRIO.


ALUNOS QUE REPRESENTARAM OS PRESIDENTES DO BRASIL





GRUPO DE DANÇA JOVEM GUARDA

ALUNOS: Simone, Jefferson (Bolo Preto), Isabel, Bebeto, Geomara e Sara.

Simone, Isabel, e Sara.


ENCENAÇÃO TEATRAL: "UTOPIA HIPPIE

Carlinhos, Railda, Jeferson (Bolo preto), Nane, Luana, e Bebeto.


Jefferson e Nane (Relembrando o tempo do PAZ E AMOR)


DESFILE DE MODA

1900 - 1914 - 1929.

MODA CHANEL

EDIMARA - 2º ANO "A"
Usando um vestido rendado, corpo princesa.
Proprietária: Mirian.

EDIVA - 1º ANO "A"
Usando um conjunto de saia justa.
Proprietária: Gracinha Alves.


ROSY - 2º ANO "A"
Usando um blazer dourado com saia evasê.
Proprietária:Edileuza.



EDIMARA - 2º ANO "A"
Desta vez usando um vestido de cetim azul, corpo princesa, alça fina.
Proprietária: Karenine.


KATIANE - 2º ANO "A"
Usando um vestido estampado evasê.
Proprietária: D. Edália

ROSY - 2º ANO "A"

Aqui usando agora um vestido de noite próprio para desfile.
Proprietário: JÔ de Santana do Matos
(Organizador de eventos e atual Miss Gay Região Central)


1929 - 1945 -
Destaque: bolero

CRISTIANE VITORINO - 2º ANO "A"
Usando um vestido branco rendado com bolero.
Proprietária: Maria José (Pita)

MARIA SUELHA - 2º ANO "A"
Usando um vestido com bolero de sua propriedade.


CLARA KÉSIA - 1º ANO "A"
Usando um vestido fino estampado com bolero.
Proprietária: Maria de Lourdes Cavalcanti.


RAILDA RIBEIRO - 3º ANO "A"
Usando um conjunto de três peças. Sucesso nessa década.
Proprietária: Ione Fernandes.


1947 - Destaque: vestidos de noiva.

NILENILDA - 2º ANO "A"
Vestido de noiva curto
Proprietária: Pastora Sara Mary.


JADILMA - 2º ANO "A"
Usando um vestido de noiva de propriedade de Joana D'arc


ÂNGELA - 2º ANO "B"
Vestido de noiva de propriedade de Vanuza Cordeiro.


KATIANE - 2º ANO "A"
Usando um vestido de noiva de propriedade de Francisca Viana.


RAILDA RIBEIRO - 3º ANO "A"
Usando um vestido de noiva.
Proprietárias: Vestido de Gracinha Catão e um véu de Mary Mércia.


GISELHA - 2º ANO "A"
Usando um vestido de 15 anos
Proprietária: Carla.


RAQUEL MELO - 1º ANO "A"
Usando um robi de noite de núpcias
Proprietária: Francisca Maria.


CLARA KÉSIA - 1º ANO "A"
Usando um robi longo de propriedade de D. Edália.


ÂNGELA - 2º ANO "B"
Usando um robi longo azul de propriedade de Socorro.


ISABEL - 2º ANO "A"
Usando um robi branco curto rendado, sucesso da década de 70.
Proprietária: Joana D'arc C. Alves.


1960 - 1970

IONARA - 1º ANO "A"
Usando um conjunto social feminino de sua propriedade.


CLARA KÉSIA - 1º ANO "A"
Usando também um conjunto social de sua propriedade.


SUELHA - 2º ANO "A"
Usando uma mini saia e uma camiseta.


1970 - 1980 
Destaque: blazer e seda

BRUNA KELLY - 1º ANO "A"
Usando uma Calça pantalona com blazer.
Proprietária: Francisca Maria da Conceição.



GISELHA - 2º ANO "A"
Usando um blazer com saia de pregas de propriedade de Gracinha Alves.


RAQUEL MELO - 1º ANO "A"
Conjunto de Cetim de seda estampado de propriedade de Ione.


LUCILENE - 2º ANO "A"
Usando um vestido de seda vermelho de propriedade de Lúcia Ribeiro.



1990 - Última década do segundo milênio


MARCELLE VIANA
Vestido de 15 anos.
Proprietária: Aniele.



RAILDA - 3º ANO "A"
Usando um vestido de bolinha. sucesso nos anos 60.
Proprietária: Ione.


RAQUEL - 1º ANO "A"
Usando um vestido de malha listrado.
proprietária: Ione


SARA GERTRUDES - 1º ANO "A"
Usando um macacão vermelho fino de organza com renda.
Proprietária: Givaneide.


ISABEL - 2º ANO "A"
Usando um macacão preto malha com organza.
Proprietária: Givaneide.


CRISTIANE VITORINO - 2º ANO "A"
Cetim de seda preto de formatura.


BRUNA KELLY - 1º ANO "A"
Vestido duas saias de propriedade de Lourdinha.




DUBLAGEM
CARMEM MIRANDA (Josiane - Nani)




MAIS MOMENTOS...


Dona Fátima Bevenuto (minha mãe) Idealizadora e organizadora do evento
(Mulher guerreira e batalhadora), com sua filha Isabel.



Rozy e Carlinhos

Dona Fátima e suas alunas.

Francisco Canindé (Nenzinho)




EXPOSIÇÃO DE VESTIMENTAS ANTIGAS 
E DOS TRABALHOS DAS TURMAS







MENSAGEM DA PROFESSORA
FÁTIMA BEVENUTO


Caros alunos.

Que o nosso objetivo seja a vitória para acelerar nossa marcha para o triunfo. Que os nossos esforços desafiem as impossibilidades.
Segundo Charles Chaplin, as Grandes proezas da História foram a conquista do que parece impossível.

Durante o desenvolvimento deste projeto fizemos uma viagem pela História, discutimos, pesquisamos, e nos conscientizamos da nossa importância como agentes desse processo histórico.

O mundo é feito por aqueles que agem com dignidade, que respeitam as diferenças, que traçam rumos e que nunca desistem dos objetivos a serem alcançados.

Vamos seguir em frente e tentar brilhar sempre.

Um abraço da sua professora.

Obrigada!




terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

RIVALDO BEVENUTO (meu irmão) aprovado em mais um concurso! Desta vez RIACHUELO.


Sinto-me imensamente feliz em compartilhar com vocês minha alegria por mais uma aprovação do meu irmão Rivaldo Bevenuto em mais um concurso público. Ele foi aprovado para a função de Especialista para Coordenador Pedagógico. Eu sei o que ele já enfrentou até alcançar esta conquista. Por nunca ter conseguido uma oportunidade em sua cidade natal teve que arriscar vários concursos lá fora, nos quais em todos sempre ele passou, alcançando sempre boa pontuação e boa colocação. Não sei se nunca conseguiram enxergar o seu potencial ou se foi por certas pressões que nunca o deram uma oportunidade aqui em Riachuelo. Mas como tudo é no tempo de Deus... O tempo de Deus se cumpre. Mais uma vitória! Mais uma prova de que Deus honra o servo que nele deposita toda sua confiança. Mais uma prova de que os humilhados serão exaltados. Parabéns meu irmão, tenho muito orgulho de vc! E eu tbm já sabia que vc conseguiria, vc nasceu pra isso! Pra ser um grande educador que ama e honra a profissão que escolheu! 


Obrigado Senhor,por mais uma conquista, a Ti a Glória!
(Rivaldo Bevenuto)

Cargo: ESPECIALISTA 
- SUPORTE PEDAGÓGICO - POLO II
Rivaldo Bevenuto de Oliveira Neto; 

Pontuação:14,15;
Classificação:33 (em 190 vagas)




sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

ASSIM É A AMIZADE! (Poema)


Olá amigos!

Desculpem eu não ter dado mais as caras por aqui. Sei que meus leitores estavam com saudade, mas é que o meu tempo mesmo nas férias tem sido muito corrido, e sendo assim tenho aproveitado esse tempo para pôr algumas coisas minhas em ordem, por isso não tenho feito mais nenhuma postagem aqui no blog.

Porém hoje estava eu procurando algo na net para enviar como depoimento para um amigo, mas me frustrei por não encontrar nada que caísse direitinho com o que eu gostaria de expressar. Daí pensei, por que não fazer com minhas própria palavras? Foi aí que abri o Word e comecei a digitar o que me vinha na cabeça sobre o que é a AMIZADE. e escrevi assim.....




Espero que tenham gostado do meu poema, (rsrs). Eu agora atacando de poeta e escritor hein?

Mas nem estava programado criá-lo, mas como veio a inspiração esse foi o momento. Apenas transcrevi no mesmo instante o que eu sinto e o pensamento que eu tenho em relação a AMIZADE, pelo fato de que houve um momento em minha vida que eu achava que ninguém era verdadeiro o bastante, e que todos os meus amigos eram falsos comigo.

Gente o que acontece, é que sendo bons ou maus, ninguém vive sem amigos, todo mundo precisa tê-los. O importante é aprender a lidar com as pessoas, não precisa se afastar totalmente, e esse foi o meu caso. Em tempos de turbulência nas minhas amizades, comecei a passar uma peneira e sabe como isso ia terminar se eu não tivesse parado pra pensar e consertar o meu erro? Eu ia acabar ficando sozinho, eu comigo mesmo, e só.

Comecei a colecionar não inimigos, mas intrigados, o que só me fazia mal, por isso é a coisa mais certa do mundo, se você tem raiva ou ódio de alguém esse sentimento só vai prejudicar a você mesmo, não a outra pessoa. Esse sentimento pode até mesmo vir a se transformar numa doença. Mas graças a Deus que eu dei a volta por cima e continuo dando. Chegou um momento que eu disse: Êpa, tá errado esse negócio! Vou começar a concertar isso. E comecei a fazer as pazes com cada pessoa que eu havia deixado de falar, e hoje posso te dizer o quanto minha vida mudou depois disso.

Voltei a sorrir mais, voltei a ser mais alegre como antes, e nos ambientes onde antes eu chegava que tinha um intrigado meu, eu não me sentia bem, era tudo esquisito, hoje isso não existe mais. Antes era estranho por que as pessoas notavam, minha reação era diferente. E o pior era que os amigos que eu ainda tinha eram os mesmos dos meus intrigados, e aí eu evitava chegar perto deles quando eles estavam na companhia de quem eu não gostava. Hoje é tudo paz, graças a Deus. É como se a cada pessoa que eu volto a fazer as pazes, é um peso a menos nas minhas costas, um fardo muito pesado que vai diminuindo e com certeza em breve não vai pesar mais nenhum pouquinho, eu creio nisso e essa é minha intenção.

Se você planta o bem você colhe o bem, se plantar o mal, o bem é que você não vai colher, concordam? Então é isso que eu penso agora, vou viver minha vida e quem quiser ser meu amigo, eu aceito, mesmo alguém que venha com falsidades que a gente sabe que existe, mas é preciso saber viver, então bola pra frente. A pessoa é que analise se ela sendo falsa comigo ou com outro alguém ela prejudica somente a pessoa ou a si mesma, ela é que vai pagar pelo seu erro, e pela sua língua, no meu caso, eu entrego a Deus.

Se alguém te der um tapa ofereça o outro lado, mas não revide, pois aquele tapa um dia volta pra essa pessoa sem precisar você se sujar. Continue sendo quem você é. Transmita alegria, sorria, pois assim as pessoas se sentirão bem perto de você e assim você será especial na vida das pessoas e vai começar a fazer o contrário de quando cometi o meu erro, você vai passar a colecionar novas amizades, e daí só basta você cultivá-las. E lembre-se "A amizade verdadeira a gente é quem constrói!"


terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Homenagem ao amigo Renato de Macêdo Victor (In memorian)


Minha primeira postagem nesse ano de 2012 vem com um ar de tristeza, mas que jamais poderia deixar passar em branco. Estes primeiros dias de 2012 tem sido bastante tensos, sobretudo pelo ocorrido com o nosso amigo Renato de Macedo Victor, mais conhecido como Renato de Bóris, que num ato de desespero e de fraqueza suicidou-se na Praia de Camurupin - RN na última terça-feira (03/01/2012). Tudo ainda continua sendo um mistério onde ninguém sabe ao certo qual o principal motivo que o levou a cometer tal loucura. E mesmo que tudo isso continue sob muitos pontos de interrogação, ainda continuamos sem acreditar que isso tenha sido verdade, pois é difícil mesmo acreditar. Ainda há quem ache que o corpo encontrado não foi o dele, e que ele poderia até ter retornado à Macapá onde ele estava trabalhando há alguns meses e de onde havia retornado a alguns dias. O que se sabe é que após seu retorno de lá, ele recebia constantes telefonemas que o deixava bastante nervoso e estima-se que tudo tenha a ver também com a pessoa na qual ele mantinha um relacionamento há um ano e que também estava com ele lá trabalhando.


Minha Mensagem a todos os meus amigos:

Queridos amigos, quero hoje lhes dizer que existe sempre ao nosso redor muita gente que nos ama, nunca duvide disto viu! Recentemente perdi este grande amigo que estava com depressão e que tbm sofria por uma desilusão amorosa. Não tivemos tempo de perceber isso com certeza e ele resolveu antecipar as horas de seu relógio da vida e pará-lo, e ele se suicidou jogando-se de cima das pedras contra o mar. Apesar dele achar que ninguém gostava dele, ele era cercado de amigos que o amavam de verdade e ele não imaginava isso, talvez uma cegueira espiritual não o deixava enxergar essa realidade. E na hora da morte ele ligou pra sua melhor amiga e falou que amava a cada um de seus amigos, mas não dava mais para ele continuar. Por isso amados, sejamos vigilantes em nossas vidas, sabendo pedir o auxílio de Deus em nossas escolhas, pois só ele pode nos ajudar num momento de fraqueza. E então meu amigo, como tudo nesta vida é passageiro, as tristezas e angústias tbm são! Nada é para sempre, só o amor de Deus!. Pensem nisso. Nesses dias tbm parei para refletir como é bom valorizar os amigos, ter muitos amigos, e mesmo que muitos não valorizem sua amizade como merece, faça sua parte... Então, quanto a nossa amizade seja ela real ou virtual, quero dizer a cada um de vcs... TE AMO AMIGO(A)!

Ricardo Bevenuto



(In memórian - Renato de Macêdo Victor) #LUTO
Como tudo aconteceu:

Tudo aconteceu na Terça-Feira (03/01/2012), Renato e a família chegam à Praia de Camurupim para passar a primeira semana do ano. Ele estava muito animado segundo alguns amigos afirmaram, e até o meio dia ele ainda ligou muito animadíssimo para Daniela de Zé Raimundo, sua melhor amiga, da qual nesses últimos dias não desgrudava dela se quer um só segundo, era como se ela fosse sua proteção, um refúgio para ele. Na noite anterior foi a última vez que falei com ele por telefone, conversamos sobre a virada de ano onde após eu chegar de Cachoeira do Sapo, ainda fiquei com eles, os amigos de sempre, que passam reveilon na casa de Zé Raimundo (pai de Daniela), onde fiquei até o amanhecer e entramos durante o dia todo comemorando o novo ano que acabara de chegar, mas nessa ligação Renato nem me falou que iria viajar para praia no dia seguinte. Passei uns 5 minutos falando com ele, e ele falou que estava com Daniela e Zé Raimundo na frente ao colégio M. Severiano para entregar o Freezer de lá.

Então na noite de terça feira, mesmo dia que chegaram à Praia de Camurupim, começa o drama vivido por quem acompanhou tudo, a família que estava lá, alguns que estavam aqui, inclusive os amigos com quem se comunicava por telefone. Mal a noite chega e Renato recebe uma ligação como outras tantas que havia recebido nos últimos dias, segundo informaram, parecia ser uma mulher, e ele xingava muito essa pessoa. E quando em um certo momento sua mãe reclamou e pediu que falasse mais baixo pois ele estava chamando a atênção de todos, ele falou que ele iria sair dali sim, mas não iria mais voltar e eles não o veriam nunca mais. Foi aí que ele saiu, e quando sentiram sua falta, acharam que ele deveria ter ido comprar cigarros. Mas nessa hora ele se dirigia para as pedras onde tudo aconteceu, e então ligou para Daniela de Zé Raimundo contando onde estava e o que iria fazer naquele momento, que iria se jogar de cima das pedras. Em seguida ligou para a amiga Gilmara, e também Betinha mas com ela não conseguiu falar. O mesmo que ele falou para Daniela, falou também para Gilmara. 

As duas ficaram desesperadas apesar de não acreditarem que ele fosse capaz de cometer realmente o suicídio. Daniela implorou que ele não fizesse isso, que não deixasse ela sozinha pois ele era a sua melhor companhia, mas ele dizia que iria fazer sim e no dia seguinte todos iriam ter a notícia. E dizia que sua vida não tinha mais sentido, que a pessoa que ele amava não o queria mais e que ninguém gostava dele, por isso não dava mais para continuar. Em outro momento quando falava com Gilmara ela falou que ele não precisava fazer aquilo, que amanhã seria um novo dia, mas ele insistia dizendo: "Um novo dia pra vocês, mas de tristeza"

Ou ele realmente estava decidido, ou realmente algo maior o impulsionava. Segundo Daniela, em uma das ligações não parecia nem a voz dele, mas em outra ligação na qual ele só fazia chorar e ela ouvia o barulho do vento e das ondas, nessa hora o choro era realmente do Renato que ela conhecia. E assim, durante a última tentativa de falar com ele, ela não mais conseguiu , o celular já estava na caixa de mensagem, certamente foi a hora em que ele já tinha se jogado sobre o mar. 

Enquanto isso os telefones não pararam de se comunicar, amigos e famíliares começaram a fazer uma busca por ele na praia, sem ninguém acreditar que ele realmente poderia feito uma loucura dessas. Então no dia seguinte em Riachuelo-RN começa a se espalhar a notícia. Eu mesmo soube na Quarta-feira à noite, mas não acreditei. E agi assim como tantas outras pessoas que achavam que ele poderia ter ido para algum outro lugar mas em breve apareceria. Poderia até mesmo ter dado um jeito de voltar às escondidas para Macapá como fez da outra vez, por que não?

E durante a Quinta-Feira, ainda ninguém tinha notícias concretas do que poderia realmente ter acontecido, mas, quando a noite se aproximou, foi aí que o corpo dele foi encontrado na Praia de Tabatinga, realmente como os pescadores havia afirmado, que caso ele realmente tivesse morrido iria aparecer em uma praia vizinha não na mesma. E assim começam a chegar os telefonemas que ninguém queria receber confirmando o que ninguém queria que fosse verdade. Uma tristeza para todos os amigos e familiares. Renato realmente havia se suicidado.

No dia seguinte, Sexta-feira, quando eu acordei, já ouço alguém gritar na rua perguntando que horas seria o sepultamento. Nessa hora percebo que não sonhei...

Parecia até mentira... 

E na manhã de Sexta feira aconteceu o sepultamento, realizado às pressas, nem se quer foi para a igreja e passou direto para o semitério pois o corpo já estava em estado de decomposição. Muitos de seus amigos não tiveram nem tempo de ir dar o último adeus, inclusive eu.

Chorei muito pela dor da perda desse amigo, o qual era tão alegre, divertido, fazia a gente rir...

Meu amigo Jodson passou o ano novo aqui, e tivemos momentos felizes e tão alegres ao lado de Renato.

Agora fico lembrando dele dançando as músicas da Calypso (A banda da qual era muito fã) no amanhecer da virada do ano lá em Zé raimundo, das risadas e tbm até do choro que indicava que algo nao ia bem, pois ele estava sensível demais no últimos dias. Ele realmente estava depressivo desde que chegou do Macapá, mas não deu tempo de ninguém diagnosticar essa depressão com certeza, uma pena...mas nunca pensei que ele pudesse fazer o que ele fez. Hoje só restam as boas lembranças, inesquecíveis e engraçadas, dos gritos histéricos de vez quando, da língua solta que soltava uma piada com alguém e fazia a gente sorrir, do linguajar próprio que ele inventava e que aos poucos todo mundo já estava falando igual. Do seu jeito único de ser e de viver a vida com intensidade. Amigo você deixou muitas saudades.




Momentos de saudades que você nos deixou..

Momentos em Macapá

Em Macapá

Com a amiga Gilmara


Em Macapá com o chapeuzinho que já era sua marca registrada

Com a amiga Betinha


Era essa alegria que contagiava a todos
Ele amava dançar! 



Aos 17 anos com Raffaela Queiroz numa festa Surpresa 
para o amigo Expedito no ano de 2003 (vestidos de vampiros)


Em São Paulo do Potengi na Maré Mansa Casa Show
após a vaquejada com as amigas Josinéia, Ítala, e Gilmara


Em Outubro de 2006 comigo e Raymundo

Em 2008 Na 2ª campanha do Ex-Prefeito Júnior Bernardo,
comigo e os amigos Ítala e Júnior.


No ano de 2010 na Quadrilha Sacode Nordeste com Jadiele


Com o amigo Expedito Cabeleireiro 
(presidente do Arraiá Sacode Nordeste)
com quem atuou junto à ele na organização da quadrilha.


Na sede do PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil)
Onde trabalhava.


Com a amiga Íris


Uma belíssima foto!



Sentado em frente a Padaria de Rignel

No Arraiá do Povão 2010

Arraiá do Povão 2010

Momento Sacode Nordeste


O Rei do milho da quadrilha 


Componentes da Quadrilha Sacode Nordeste

No Salão da Creche Pequenos Querubins


Momentos com amigos


Com as amigas Néia e Ítala

Sempre cercado de carinho

Com a amiga Betinha


Com o amigo Cícero Nunes

Com Jaíne

Com Gislaine


MAIS VISITADAS DO MÊS


POSTAGENS MAIS POPULARES EM TODO O BLOG