segunda-feira, 2 de junho de 2014

A história do Grupo Cultural Arraiá "BRILHO DA TERRA"


GRUPO CULTURAL BRILHO DA TERRA

O SURGIMENTO  

O Grupo Cultural Brilho da Terra surgiu no ano de 2007 com o objetivo de resgatar a cultura no município de Riachuelo/RN envolvendo jovens e adolescentes na valorização da arte e da cultura popular e consequentemente prevenir o seu envolvimento com o mundo das drogas e da violência, promovendo assim uma ocupação para estes jovens. 

A iniciativa foi da professora da rede pública estadual (aposentada) Fátima Bevenuto, a qual em outras oportunidades já havia ministrado a disciplina de Cultura do RN no Ensino Médio. De acordo com a Constituição Estadual do Rio Grande do Norte (Capítulo III, parágrafo 2): “As escolas públicas, de primeiro e segundo graus, incluem entre as disciplinas oferecidas o estudo da cultura norte-rio-grandense, envolvendo noções básicas da literatura, artes plásticas e folclore do estado”. Através do contato com esse conhecimento, ela descobriu o seu interesse e prazer pela pesquisa e produção da cultura popular.

Dona Fátima, como é conhecida por todos no município, viu no projeto a oportunidade de divulgar o trabalho desenvolvido pelos jovens do pequeno município do RN, que apesar de residirem no interior do estado sempre demonstraram o brilhante talento para as manifestações artísticas. Daí o nome “Brilho da Terra”.

O foco cultural do município está centrado nas Vaquejadas, Festa do Padroeiro e Festejos juninos. Neste sentido analisando o histórico cultural da cidade e percebendo o interesse da juventude pelas festividades juninas surgiu a Quadrilha Estilizada Arraiá Brilho da Terra.

O grupo geralmente é formado em torno de 60 componentes que se dividem em: comissão organizadora, equipe de apoio, coreógrafo, marcador, destaques, dançarinos, auxiliares de enfermagem e músicos (Trio sanfoneiro, também chamado Trio regional).

Nos três primeiros anos, (2007 a 2009) em que a quadrilha esteve na ativa sob a presidência de Dona Fátima, a sede do grupo ficava na sua própria residência. Era lá que os jovens se reuniam durante meses se preparando para os festivais que acontecem nos meses de Junho e Julho. Em 2010, Dona Fátima esteve à frente da quadrilha em seu último ano e a sede passou a ser em um prédio próximo a BR chamado de CIDA, onde hoje funciona um bar.

Parte da família da presidente sempre estava envolvida no projeto; seus filhos, filhas e noras além de dançarinos, ainda trabalharam na produção de adereços artísticos e revisão de projetos culturais, além disso, compõem músicas temáticas e oferecem apoio na estrutura do espetáculo. Os demais jovens também participam na elaboração dos painéis, adereços e adaptação do figurino.

A PROPOSTA 

O grupo se reúne de janeiro a maio para pesquisa do tema, definição do repertório, escolha do figurino, produção de adereços e ensaios em geral. No mês de junho começam as apresentações onde o grupo viaja para os festivais nos municípios circunvizinhos e concursos regionais, como o Mossoró Cidade Junina e o Festival de Quadrilhas da INTERTV Cabugi. O grupo já coleciona durante sua trajetória uma quantidade significativa de troféus conquistados em muitas vitórias em festivais, alguns ganhos até em anos consecutivos.

OS TEMAS


Temporada 2007  

TEMA: NORDESTINANDO


(Foto oficial do 1º ano - Temporada 2007)

Em 2007, em seu primeiro ano, o "Arraiá Brilho da Terra" de Riachuelo/RN apresentou o tema "NORDESTINANDO", onde mostrou nos festivais por onde se apresentou um pouco da cultura dos nove estados da Região Nordeste, enfatizando as músicas, os ritmos, as festas, as crenças e comidas típicas de cada lugar.  Trouxe como destaque a história do cangaço representada pelas figuras icônicas de Lampião e Maria Bonita. Ainda homenageou grandes nomes da literatura, e de representantes da religiosidade e da cultura nordestina, nomes como Câmara Cascudo, Ariano Suassuna, Pinto do Monteiro, Cego Aderaldo, João Cabral, Padre Cícero, Luiz Gonzaga e Patativa do Assaré foram destaque. O figurino também é uma homenagem às festas da nossa cultura nordestina trazendo um colorido todo especial e muito brilho, onde o figurino de cada casal de dançarinos tinha uma cor diferente.  Em seu primeiro ano a quadrilha infelizmente não conseguiu um trio de sanfoneiro para música ao vivo, mas mesmo assim conseguiu se classificar em alguns festivais chegando a voltar para disputar nas finais, como nos festivais de Tangará e Sítio Novo.

MARCADOR: Oziel
COREOGRAFIAS: Tininha
PINTURAS E ADEREÇOS: Ricardo Bevenuto
PRESIDENTE: Fátima Bevenuto


Veja fotos de alguns momentos da temporada 2007:

Momento em que são apresentados os nomes de personalidades 
que são ícones da nossa cultura e da religiosidade do nordeste.

Lampião e Maria bonita (Jaíne e Lohan)



Momento da abertura em que são apresentadas 
as bandeiras dos estados da região nordeste.

Casal de noivos (Flávia e Weverton - tutuca)


Apresentação da noiva






Painel

A mascote Belinha e a Maria Bonita Jaíne


Dançarinos: Rosália e César

Dançarinos: Ricardo e Ítala

Dançarinos: Simone e Rodrigo

Meninos da equipe de apoio

Tensão na concentração antes da entrada (Tangará)

A folia na frente da casa da presidente Dona Fátima


Noiva e rainha do primeiro ano do Brilho.





Temporada 2008

TEMA: DIVERSIDADE CULTURAL, MITOS E LENDAS

(Foto oficial do 2º ano - Temporada 2008)

No ano de 2008, em seu segundo ano de história, o grupo encantou a todos que prestigiaram suas apresentações. O tema: DIVERSIDADE CULTURAL, MITOS E LENDAS, trouxe como destaque os personagens das Lendas e Mitos do nosso Folclore Brasileiro. Personagens como: o Boto cor de rosa, a Sereia Iara, o curupira e o Saci-Pererê entravam em cena durante as apresentações onde era contada a história dos personagens. O figurino era composto por dois tipos de vestimentas uma parte representando a quadrilha tradicional, e a outra parte a quadrilha estilizada que era caracterizada em destaque pela cor azul. O figurino do marcador também era composto desses dois lados. Neste segundo ano a quadrilha contou com música ao vivo e foi inserido o Trio Regional de Janilson Moura da cidade de João Câmara e que chamou a atenção por onde passou.

MARCADOR: Oziel
COREÓGRAFO: Novinho
TRIO REGIONAL: Janilson Moura e Trio de sanfoneiro.
ADERECISTA: Ricardo Bevenuto.
PRESIDENTE: Fátima Bevenuto


Veja fotos de alguns momentos da temporada 2008:

Galera reunida em frente a casa da presidente Dona Fátima

A elegância e a postura dos dançarinos


Mulheres valentes que vão dançar o Xaxado

Momento da apresentação da sereia Iara


Aniele - A sereia oficial

Momento que a sereia sai das águas

Momento da apresentação do Boto-cor-De-Rosa

Momento que o boto se transforma 

Dançarina Sara com os personagens Saci-Pererê e o Curupira

Painel móvel com o tema de 2008

Dona Fátima e parte da turma prontos pra mais um festival

Na viagem cuidando do nosso Boto-cor-De-Rosa

O nosso Trio Regional de Janilson Moura.

Dançarinas: As irmãs loiras Voneide e Denise (JoãoCâmara), 
e as morenas Sara e Joacla.

Momento de oração antes de se apresentar no Arraiá do povão.



Rainha e Rei do milho do BRILHO DA TERRA 2008

Casal de noivos do BRILHO DA TERRA 2008





Temporada 2009  
TEMA: RITMOS MUSICAIS JUNINOS 

(Foto oficial do 3º ano - Temporada 2009)

Em 2009, o Arraiá Brilho da Terra trouxe o tema RITMOS MUSICAIS JUNINOS destacando os ritmos musicais que representam o nosso nordeste e as festas de São João. Ritmos como o forró, xote, xaxado e baião. Ao som de trio de sanfoneiro a quadrilha homenageou ainda o cantor Elino Julião como principal nome do forró no RN, entre outros nomes da música popular brasileira. O figurino era composto da seguinte forma: metade era de destaques, ou seja, vários personagens representando a diversidade da nossa cultura, e a outra metade era a chamada “ala negra” que apesar do nome e da cor predominante ser o preto, não deixava de trazer um colorido todo especial e em cores neon, isso sem falar na beleza exuberante do próprio figurino, rico em detalhes. A ala negra representava as notas musicais.

MARCADOR OFICIAL: 
Fabiano Silva (Provisório – Miquéias)
COREOGRAFIAS: Júnior Miguel
TRIO REGIONAL: Janilson Moura e Trio.
ADEREÇOS: Ricardo Bevenuto, Paula Maria, e Júnior Miguel.
COMPOSITOR DA MÚSICA TEMA E DA RAINHA: Ricardo Bevenuto
PRESIDENTE: Fátima Bevenuto


Veja fotos de alguns momentos da temporada 2009:

Momento de entrada dos dançarinos antes da abertura

Momento da abertura

Abertura

Momento da apresentação da imagem de São João do carneirinho


Apresentação dos noivos: Jhéssyca e Ricardo 

Alegria e empolgação contagiante!

A benção e o beijo dos noivos 
(muitos achavam que o beijo gay atrapalharia, e pelo contrário, foi bem recebido por todos)
Abaixo o preconceito! 

Apresentação no Arraiá do povão


A presidente Dona Fátima 
com o marcador Fabiano e o coreógrafo Júnior

Momento de comemoração 
pelo 2º lugar no festival de São Paulo do Potengi

Painel móvel com o tema de 2009

Painel fixo de 2009


Destaques: príncipe e princesa, rainha e rei

Meninos da Ala negra

Meninas da Ala negra

Veja fotos de alguns destaques da temporada 2009:

Rei e rainha do BRILHO DA TERRA 2009
(Robson Egídio e Isabel Bevenuto)

Casal de noivos do BRILHO DA TERRA 2009
(Jhéssyca Thauanny e Ricardo Bevenuto)

Príncipe e princesa do BRILHO DA TERRA 2009
(Didi e Lúcia Morgana)

O padre e a freira (Edilson e Sara)

Os Floristas (Vanessa e Rodrigo)

Casal de ciganos - Ítala e Lima

A Sinházinha e o Sinhôzinho
(Eloá e Wellignton Israel)

O coronel e a madame (Ígor e Edna)

Lampião e Maria Bonita (Jaerton e Yasmim)

Casal de espantalhos (Andréia e Genilson) 







Temporada 2010

TEMA: "DO AGRESTE AO SERTÃO, O AMOR A SERVIÇO DA RAZÃO NUMA NOITE DE SÃO JOÃO". 


Em 2010, no seu 4º e último ano sob a presidência da senhora Dona Fátima Bevenuto, o "Grupo Cultural Brilho da Terra", da cidade de Riachuelo/RN, desenvolveu suas apresentações fundamentado na Filosofia, trazendo o tema: "Do agreste ao sertão, o Amor a serviço da Razão numa noite de São João". Como o próprio nome do tema sugere, o grupo mostrou o lado romântico das tradições juninas nas festas de São João. Neste “último ano” o Arraiá Brilho da Terra não foi diferente e encerrou com "chave de ouro" o que seria o seu “último ano” (Porque a história não termina por aqui), uma linda abertura e digna fez juz ao nome da quadrilha e era de arrepiar quando a música começava a tocar, coreografias e evoluções brilhantes, uma trilha sonora apaixonante, e o colorido e brilho no figurino e nos adereços que não podia faltar.



TRECHO DA MÚSICA DE ABERTURA:

“Eu sou paixão, sou o amor que não se encerra, sou quadrilha, sou ARRAIÁ BRILHO DA TERRA”! Nossa energia está no ar, explode AMOR no CORAÇÃO! Brilho da terra vem mostrar o sentimento de viver uma PAIXÃO! Hoje o cupido me flechou, trouxe o amor e amizade pelo ar, peguei o barco do carinho, vivo sozinho navegando nesse mar. SOU DE RIACHUELO e o povo inteiro vai cantar esse refrão, sou do nordeste, povo que aquece o AMOR E A RAZÃO! Me dê à mão e vem comigo botar lenha na fogueira, e ver o povo balançar a noite inteira, e ver o BRILHO das estrelas lá no céu... .



COREÓGRAFO: 
Alexandre Oliveira (Ninho) e Ariecílio Silva
TRIO REGIONAL: 
Diego Moura e Aldenes Sanfoneiro (Denny Dantas)
MARCADOR: Fabiano silva
PINTURAS E ADEREÇOS: Paula Maria.
PRESIDENTE: Fátima Bevenuto


Veja fotos de alguns momentos da temporada 2010:


Painel móvel com o tema de 2010

Entrada dos dançarinos antes da abertura

Momento da apresentação do marcador

Momento da abertura

Entrada das meninas na abertura
(Festival de João Câmara - RN)




Entrada dos meninos na abertura

Entrada dos destaques

Momento dos corações

Momento dos corações

Momento do casamento. Noivos: Lucinha e Miquéias
(João Câmara-RN)

Apresentação da rainha em Jardim de Angicos - RN

Neste dia o Brilho conquistou o 1º lugar 
no festival de Jardim de Angicos

Dona Fátima com a filha Isabel e Robson Egídio

Irmãos Bevenuto

No Arraiá do Povão 2009





Momento do casamento




Marcador Oficial do Brilho: Fabiano Silva

Um verdadeiro show!

Equipe de apoio agradecendo ao público e aos jurados
(João Câmara - RN)

Equipe de apoio festejando o sucesso da apresentação 
(João Câmara - RN)

Trio Regional: Diego Moura e Aldenes Sanfoneiro (Denny Dantas)

O sorriso da presidente Dona Fátima 
junto a turma expressa o orgulho de fazer bem feito.

Essa história marcou e ninguém pode apagar.






CAMISETAS DE TODOS OS ANOS








MAS NEM TUDO SÃO FLORES...

Como nessa vida nem tudo é só flores vou contar agora um pouco do lado negro de tudo isso. Durante a trajetória do Brilho da terra nos anos que se passaram muita coisa de bom aconteceu, mas também muita coisa ruim também ocorreu durante esse tempo. Muita gente que a gente só conhecia por fora, passamos a conhecer a fundo quem de fato elas eram de verdade. As máscaras de muita gente caíram e revelaram suas verdadeiras personalidades. No primeiro ano (2007) aconteceram muitos aborrecimentos, como tudo o que envolve muitas cabeças pensantes, havia pessoas que queriam que as coisas fossem do jeito que elas queriam, e como não tinham esse poder, não satisfeitos passaram a tramar pelas costas. Algumas dessas pessoas até terminaram a temporada no primeiro ano, mas no entanto, no ano seguinte (2008) se juntaram há outras pessoas e assim surgiu então a primeira quadrilha para bater de frente com o “Brilho da Terra” que foi a “Circuito Junino”, presidida por Josian Cândido. Aconteceram coisas absurdas que nem vem ao caso contar aqui, mas foram coisas sérias. Quando começo a relatar chega passa um filme de terror na minha cabeça. Era muita negatividade. Muita falsidade. Pessoas maquiavélicas, manipuladoras, digo isso, sem nenhum exagero. Já até me falaram que em todos os lugares e em todas as quadrilhas existem dessas coisas, mas na verdade não sei. O que eu sei é que em Riachuelo é assim, se não existe isso ou aquilo, ou ninguém que o faça, realmente ninguém faz. Mas ouse alguém se levantar com coragem pra fazer que aí sim, aparecem mais de mil querendo fazer também, nem que seja só pra atrapalhar ou só por causa do sentimento de inveja, disputa e de competição que existe nas pessoas. 

E assim, no terceiro ano do “Brilho” (2009), a Circuito Junino continuou, mas perdeu algumas pessoas de lá por causa de alguns contratempos que existiram, (isso pra vocês verem que lutar com gente e com quadrilha junina não é fácil). E aí vieram algumas pessoas de lá pro “Brilho da terra”. Algumas dessas pessoas eram tão cheias de negatividade que as mesmas coisas, fofocas e brigas e confusões que faziam por lá vieram fazer também por aqui. E eu detestava isso, porque no final das contas nas ruas o nome que rolava nas calçadas por conta dessas coisas era o de minha mãe que era a presidente, e pra todos os efeitos algumas pessoas achavam que ela apoiava esse tipo de coisa. E no Brilho também não foi diferente, quando chegou mais um coreógrafo pra somar, o outro que já estava não gostou muito, e assim perdemos o coreógrafo Novinho que após ter passado algumas coreografias foi pra o “Circuito Junino” e o “Brilho” ficou com Júnior Miguel comandando as coreografias e assim passou toda a temporada se dedicando a quadrilha também na confecção de adereços. 

A temporada 2009 pode-se dizer que ficou conhecida como a temporada do "pra lá  e pra cá" porque até os dançarinos ficaram desse jeitinho, uns saíram do  Brilho da terra pra ir pra outra quadrilha, uns ficaram por lá e outros como não gostavam e nem se adaptavam tornavam a voltar. 

O marcador Osiel, por sinal um ótimo marcador, pessoa querida que fez muito pela nossa quadrilha e que era irmão de Novinho coreógrafo, também não gostou da saída do irmão e aí foi também para o “circuito Junino” e assim iniciamos nossa primeira apresentação em Mossoró com um marcador provisório, que foi Miquéias. Dias depois finalmente conseguimos um marcador oficial, aliás um brilhante marcador, Fabiano Silva da cidade de Pureza.
Vale ressaltar também a contribuição de Paula Maria que nesse ano de 2009 também veio da “Circuito” e fez muito pelo “Brilho” em questão de adereços e outras coisas, junto comigo e Júnior.

Por conta de tanta confusão, tantas brigas envolvendo as duas quadrilhas, eu não aguentei tanta pressão, e nesse que foi um dos melhores anos, e no qual eu fui o noivo fazendo par com Jhéssyca Thauanny, saí antes de a temporada acabar, sendo substituído por Anderson Lohan.

Em 2010, foi o quarto e último ano do “Brilho da Terra”, e fechou com chave de ouro. A quadrilha ficou muito linda mesmo! O arraiá “Circuito Junino” nesse ano acabou, devido a alguns problemas por lá, (e ajam problemas) e aí então Josian Cândido que era o presidente veio para o “Brilho da Terra”. Só que dessa vez surgiu outra quadrilha, dessa vez foi a “Sacode Nordeste”, presidida por Expedito Galdino (Bianca Souza). Nunca houve nenhum problema pessoal entre ninguém, mas os próprios componentes das duas quadrilhas que faziam os fuxicos, criavam as fofocas, contendas, e intrigas. Era terrível! Ninguém tinha paz nesse período por conta dessas coisas. Era um problema atrás do outro, uma fofoca atrás da outra. E eu sempre dizia: “Mãe, a senhora podia estar livre disso...”. 

Nesse último ano eu não participei, (Mas quando tudo estava pronto ainda dei uma mãozinha nos adereços e fiz parte da equipe de apoio) estava com muita raiva de quadrilha, disse que não iria esse ano e fiz de tudo pra mãe não fazer mais. Mas a esperança dela era de conseguir ganhar os festivais para sanar as dívidas dos anos anteriores, até aí eu entendia, mas era um sofrimento sem ter retorno. Políticos também ajudaram e muito, isso não se pode negar, mas também houveram algumas das promessas que não foram cumpridas, o que acabou por Dona Fátima ter que fazer altos empréstimos de longos anos para pagar as contas deixadas pela quadrilha. Esse foi o resultado de tanta dedicação.  E aí vem a reflexão: Será que vale a pena tudo isso? Por uma parte sim, por outras não. Tudo na vida tem suas vantagens e desvantagens, mas cabe a nós seres humanos pensantes, decidir o que vale a pena ou não realizar na vida.  Mas ficam as boas lembranças, e os laços fortes de amizade construídos, inclusive casamentos de romances que deram início com o Brilho da Terra.


ENTÃO É ISSO...

O Grupo Cultural “Arraiá Brilho da Terra” durante os quatro anos em que se manteve em atividade foi buscando apoio financeiro da Prefeitura Municipal e Câmara dos Vereadores, bem como outros patrocínios. Também com esforços próprios promovendo eventos que tiveram seus fins lucrativos voltados ao pagamento de elementos como: figurino, trio de sanfoneiro, marcador, coreógrafo, composição musical, confecção de adereços e transporte, entre outros. Só quem trabalhou duro durante esses anos sabe o tamanho do trabalho de manter uma quadrilha junina e fazê-la ganhar nome e ser reconhecida. É preciso dedicação e coragem pra fazer de sua casa um grande barracão pra fazer os adereços, pra acolher todas as pessoas envolvidas, arcar com as despesas extras, juntar os quebra-cabeças que surgem, cobrir gastos inesperados, entre tantas outras coisas. 

Dona Fátima esta mulher batalhadora está de parabéns por essa linda história que neste ano de 2014, após três anos de encerrada, ressurge e renasce como a fênix graças aos componentes: Robson Egídio, Isabel Bevenuto (filha de Dona Fátima), juntamente com Sara Gertrudes e seu esposo Wamberton Andrade, muito corajosos, decidiram tocar o barco pra frente convidando a senhora Maria das Neves Basílio Cavalcanti Filha Avelino (Marineves) , atual secretária da Ação Social pra ser a presidente da nova geração do ARRAIÁ BRILHO DA TERRA. E assim no ano de 2014 uma Nova versão do Brilho está de volta. Agora é só esperar pra ver mais um novo capítulo desta história.  



Por Ricardo Bevenuto.


quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Riachuelo faz encerramento da Campanha Outubro Rosa.

Secretaria Municipal de Saúde realiza encerramento da Campanha Outubro Rosa

Nesta Quinta feira dia 30 de outubro, a Secretaria Municipal de Saúde de Riachuelo - RN na responsabilidade da Srª Drª Clara Cavalcanti realizou o encerramento do OUTUBRO ROSA, uma campanha mundial que acontece todos os anos durante o mês de outubro, e na qual a cidade de Riachuelo também aderiu e esteve engajada durante este mês. A campanha em Riachuelo culminou com uma passeata que saiu da Praça Cândido Batista às 16:00 horas e contou com a presença da Prefeita Mara Lourdes e dos funcionários da Secretaria de Saúde e escolas.

OUTUBRO ROSA - HISTÓRIA

Outubro Rosa é um campanha de conscientização realizada por diversos entes no mês de outubro dirigida a sociedade e as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. O laço rosa é o símbolo da campanha.

O movimento começou a surgir em 1990 na primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, e desde então, promovida anualmente na cidade. Entretanto, somente em 1997 é que entidades das cidades de Yuba e Lodi, também nos Estados Unidos, começaram a promover atividades voltadas ao diagnóstico e prevenção da doença, escolhendo o mês de outubro como epicentro das ações. Hoje o Outubro rosa é realizado em vários lugares em todo o mundo.


VEJA ABAIXO ALGUNS CLIQUES DA PASSEATA REALIZADA EM RIACHUELO:







sexta-feira, 25 de outubro de 2013

O dia que conheci Mara Maravilha: Um sonho de infância realizado!

Mara Maravilha - Um amor pra toda vida


No dia 18 de outubro de 2013, uma semana após o dia da criança, na cidade de Mossoró - RN realizei meu grande sonho que trago comigo desde a minha infância e adolescência. Finalmente conheci Mara Maravilha. Hoje dia 25 de outubro faz exatamente uma semana do meu encontro com a Mara, mas tudo ainda parece que foi um sonho, foi tudo muito perfeito, foi um presente de Deus! 

Veja abaixo o meu relato sobre minha história como fã da Mara desde a infância até a realização do meu sonho, relato os lindos momentos ao lado dela e a grande emoção que senti. 

Ela me conquistou desde criança, desde 1987, quando eu tinha 8 anos de idade, e os primeiros sinais do SBT (Na época TVS) começava a chegar aqui na minha querida Riachuelo, interior do RN. TV com imagem em preto e branco, pegava muito ruim, tinha que ficar mexendo na antena pra ver se melhorava, mas mesmo assim, era uma felicidade vê-la na TV. E assim todas as tardes quando chegava do roçado juntos com meus irmãos, vinha voando, pra não dizer correndo, pois eu não queria perder, nem que fosse um ou dois dos últimos blocos do Show Maravilha pra ver a baianinha que as crianças de todo Brasil aprenderam a amar. e quando mudou de horário era a mesma coisa. 

Ela realmente me conquistou! De lá pra cá eu segui sua carreira até os dias de hoje. Com ela eu sorri, chorei, briguei na escola por causa dela, pra defendê-la em tudo o que a mídia inventava. Ouvi muitas críticas por gostar tanto dela. Amigos me diziam: Deixa de ser bobo, ela não sabe nem que você existe! Naquele tempo criança ajudava os pais na roça, e assim também eu ainda trabalhei um bocado, mas ir para o roçado cantarolando as músicas da Mara pelo caminho amenizava qualquer sacrifício. Na volta parava numa casa de fazenda com a desculpa de tomar água, mas era só pra ver a Mara se mexendo (dançando) numa TV com cores reais, pois era uma das três únicas casas que tinham TV à cores na época. Até então, ver a Mara em cores só em foto de revista. 

(Foto: Douglas Kanashiro)


Na época eu não podia ter os seus discos, as coisas não eram muito fáceis, muito menos ir aos seus shows, mas eu chorava o dia inteiro pra que minha mãe ligasse pra alguém da família de Natal vir me pegar pra ir vê-la. Cresci assim, amando-a incondicionalmente, gostava de desenhar os cenários do programa, os figurinos que ela usava (que pena que não tenho mais nenhum de lembrança), sei muita coisa de sua vida por ter acompanhado toda sua trajetória. Sei o ano de lançamento de todos os LPs, tenho coleção de fotos e reportagens, coleciono seus discos, CDs, etc. E acho que isso não se chama fanatismo, se chama AMOR! Amor por alguém que fazia o meu sorriso de criança, que deixou minhas tardes, minhas manhãs e meus dias mais alegres, e isso só quem é fã pode entender. 

Elenco do programa Show Maravilha no SBT: Mara com seus Marotos, suas Maravilhas e Borboletinhas.

Sempre soube que um dia realizaria meu grande sonho de conhecê-la, só não imaginava que isso aconteceria quando eu menos esperasse, mas sabia que quando o momento chegasse ela estaria com a mesma carinha de menina, o mesmo cabelinho preto e a famosa franjinha, sua marca registrada desde os tempos do Show Maravilha, e assim foi. E foi tudo tão lindo, tão maravilhoso, como nunca imaginei que poderia ser superando todas as minhas expectativas, foi tudo muito melhor do que sempre eu sonhei... Ai, ai (suspiros)... Tão cheirosa parecia uma flor daquelas mais belas, dos mais lindos jardins! Mara Maravilha, eu nunca vou esquecer esses momentos. Você mostrou pra mim o que é comunhão, o que é ser de Deus, perdoar, compartilhar emoção, alegria, humildade, o que é ser uma pessoa verdadeira, sem falsidades, sem demagogia, e sem capas. Eu pude conhecer de pertinho a junção da artista Mara Maravilha e um pouquinho da pessoa de Eliemary Silva da Silveira, aquela que só quem a conhece de verdade é quem convive com ela no dia-a-dia. 

Simplesmente amei essa foto! Olha que rostinho perfeito o dela!


E tudo aconteceu graças a um anjo que Deus colocou na minha vida pra me ajudar, que me deu forças pra que eu corresse atrás do meu sonho e não perdesse a oportunidade que a vida tava me dando de fazer o meu sonho se tornar real. É alguém especial que gosta de ajudar as pessoas, e me ajudou no que pôde pra que tudo desse certo. A Mara veio à esse evento em Mossoró para participar durante dois dias. E eu cheguei a Mossoró no primeiro dia do evento, porém como eu não tinha se quer pregado o olho de tanta ansiedade na noite anterior e ajeitando as coisas pra viagem e a embalagem e a moldura do meu presente pra ela, o cansaço não me deixou ir vê-la no primeiro dia. Mas ouvi toda a programação pelo rádio e ouvi que ela tinha se atrasado, acho que por conta do vôo. Ao chegar ela ainda deu uma palavrinha para a rádio na chegada e no culto ela cantou umas quatro ou cinco músicas apenas. Ao terminar de ouvir o culto pelo rádio fui me deitar e graças a Deus dessa vez eu dormi, e dormi muito bem. 

Momento da entrega do meu presente. Fiquei muito feliz porque ela amou!

Acordei ansioso e na expectativa. Passei o dia inteirinho assim nessa expectativa, e o anjo de quem tanto falo que me ajudou a realizar meu sonho me orientou que eu me aprontasse logo à tarde e ficasse na expectativa. Nossa! Mais do que eu já tava? E assim me ajeitei e já me vesti pronto para a noite, para o evento. Mas ela falou que antes passaríamos no hotel, pois lá seria o meu encontro com a Mara. Ainda esperei um bom bocado, mas esperaria o tanto que fosse preciso, e assim chegou o momento. Lá vinha ela, tão linda, com um vestido preto, muito lindo, de meia calça preta e um sapato de salto altíssimo e bem fino. Tava muito elegante! E foi logo falando: É esse o meu fã que veio me conhecer? Nossa que fã bonito! Como é seu nome filho? Ricardo? Olha você é muito bonito viu! Eu quase morri ali mesmo, nem conseguia acreditar. 


Muita emoção ao lado dela

Esse é o desenho que dei pra ela na moldura. Pintado em 1999.


Aí entreguei o presente pra ela, um quadro que eu havia pintado em 1999, quando eu tinha 20 anos de idade. A primeira coisa que me surpreendeu foi a atitude dela de me chamar pra eu ir junto com ela e a cantora Patrícia Marta sua amiga que sempre a acompanha, pra ir no carro com elas até o local do evento. Fomos conversando muito no caminho, nessa hora minha mãe me ligou perguntando se eu naquele momento já havia a conhecido e aí falei: Mãe, eu tô aqui com ela no carro indo para o local do evento. Minha mãe quase não falava de emoção. Perguntei pra Mara se ela podia falar com minha mãe que também é evangélica, eu disse o nome dela e a Mara foi logo pegando o celular e falando: Oi irmã Fátima, a paz do Senhor querida, aqui é a Mara! Foi muita emoção. Essa é a nossa Marinha, um doce de pessoa! E também com aquele jeitinho arretado que toda baiana tem. E assim, no caminho ela sempre brincalhona e muito extrovertida, eu nem acreditava que ali do meu lado estava aquela apresentadora que eu via toda brincalhona na TV e tava ali do meu ladinho, nossa! Como foi bom! 

Sou muito abençoado por Deus e pude confirmar que tudo tem o seu tempo determinado!

Quando chegamos ao local ela disse que tava com sono e muito cansada depois de ter um dia intenso e com muita correria, entrevistas, almoço, salão, visita a amigos, etc. Disse que queria descansar um pouco e deitou a cabeça no meu colo, eu não tava acreditando, parecia um bebê, a coisa mais linda do mundo! Pior é que de instante em instante vinha um pastor ou algum outro organizador e abria a porta do carro a chamando pra ela ir para o palco, e as pernas dela caiam junto com a porta. Tadinha! Isso aconteceu umas duas vezes então aí o jeito foi ela ir logo. Lógico que não perdi tempo em registrar aquele momento único dela deitada com a cabeça no meu colo e fiz uma foto. Não é a coisa mais linda? 

Momento único e especial. Ela sempre nos surpreende!
Essa é a Mara Maravilha. Por isso que eu amo!

Mara louvando a Deus na "Cruzada Mossoró para Cristo".

O evento em si ocorreu normalmente, tinha muita gente, e no início o pastor orientou que ninguém viesse tirar fotos da Mara pra não gerar tumulto durante o culto, mas só depois estaria liberado. A Mara como sempre, estava muito animada quando começou a louvar. Quase no final as pessoas já estavam todas concentradas na frente, tinha até uma fã já de uma idade um pouco avançada com uma pasta de fotos e na frente aparecia uma foto da Marileide mãe da Mara com ela no colo. Na hora em que acabou o culto, na saída dela do palco para o carro, foi uma loucura! As pessoas querendo fotos e autógrafos, mas não tinha como atender. A Mara entrou no carro e eu falei: Mara não me esqueça! Aí ela falou pros seguranças: Deixa vir, que ele vai comigo! Mas quase eu não conseguia entrar no carro. No caminho uma amiga que também é fã da Mara, me ligou perguntando como foi tudo e eu falei que tava com a Mara no carro indo para o hotel. E assim aproveitando a oportunidade a Mara falou com minha amiga ao telefone. Minha amiga ficou morta de felicidade! 

Ela dizia: É isso mesmo, fãm que é fãm tem tuuudooo! Aí falei: Mas aqui não tem nem a metade de meus materiais que trouxe pra autografar.

Autografando o livro de sua autobiografia "As maravilhas que Deus faz por mim"


Chegando novamente ao hotel sentamos na recepção, eu, ela e outra cantora local lá de Mossoró, a Joelma Souza que também é grande admiradora da Mara. Aí tiramos fotos com nossos materiais, conversamos bastante, brincamos, rimos. E aí a Mara falou: Nossa, as pessoas gostam mesmo de mim! Então falei pra ela: Mas é claro Mara! Você ainda tem duvidas? E na última sessão de fotos da gente eu que já havia pensado numa pose que eu já havia visto de outros fãs com ela, ela beijando eles, eu ia pedir pra ela tirar assim também, só que é tanta coisa num momento assim que a gente até esquece, mas aí ela foi e me surpreendeu dizendo: Péra aí, que ainda falta uma foto assim. Foi e me deu um beijo no rosto. Naquele momento foi como se eu voltasse ao passado e me imaginei como se estivesse no Show Maravilha 20 anos atrás. Uma criança recebendo um beijo da baianinha mais querida do Brasil. Eu via ali o meu sonho de criança se concretizando anos depois, só que agora eu já adulto, mas de uma maneira muito especial. 

Mais um momento de muita emoção!


E ao final, foi tão lindo um momento antes de me despedir da Mara, ela fez uma oração em agradecimento a Deus por aquele momento, por aquela comunhão. Achei lindo demais! No outro dia quando fui vê-la de novo no hotel ela estava tomando café com a Patrícia Marta. Aí ela me perguntou se eu tinha dormido bem, e se eu não queria comer um cuscuzinho, que era o que ela estava comendo, rsrs. Ela queria até me dar carona até minha cidade, Riachuelo, aí eu falei pra ela que o caminho de Fortaleza era outro diferente do meu. Que pena! Mas ela sempre cheia de gentilezas. Um amor de pessoa! 

Nunca esquecerei esses momentos

Cada momentinho vivido eu pensava que tava sonhando acordado. Aquela Mara Maravilha que eu via todo dia quando criança, depois adolescente e cresci acompanhando os seus passos até os dias atuais estava ali do meu lado, e dessa vez era como uma amiga, que me dava conselhos, que me ouvia, que parecia até que já me conhecia há muitos anos. Falei pra ela que se antes eu já a defendia, agora eu ia defender muito mais. Agora eu vou guardar ela pra sempre no meu coração! Te amoooo! Minha eterna baianinha! Te amoo... Pra sempre! Obrigado por tudo! Deus te abençoe cada dia mais e mais. 


(EVENTO: Mara Maravilha em Mossoró na cruzada 
“Mossoró para Cristo” Dias: 17 e 18/10/2013) 


terça-feira, 15 de outubro de 2013

Secretária da SEMTHAS de Riachuelo/RN ganha prêmio "RESPONSABILIDADE SOCIAL" 2013


A Secretária Municipal do Trabalho, Habitação, Assistência Social e Cidadania da cidade de Riachuelo, Rio grande do Norte, Maria das Neves Basílio Cavalcanti Filha Avelino (Marineves), é uma das vencedoras do Prêmio Responsabilidade Social do ano de 2013. O prêmio que elege as 50 melhores secretárias do Brasil.

Fonte: Blog Riachuelo em ação.

No dia 14/10/2013 ela recebeu o convite para o evento da premiação aos vencedores das 50 secretárias mais eficientes do Brasil, e estará viajando com destino à Bahia entre os dias 18 a 20 novembro para receber a premiação.


Parabéns Marineves! Sucesso sempre!

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Comemorações marcam a Semana da Pátria em Riachuelo/RN no primeiro ano do resgate do desfile cívico


A semana da pátria em Riachuelo no ano de 2013 está de cara nova. O som de banda marcial já pôde ser ouvido durante toda a semana marcando os ensaios das escolas municipais e estadual, coisa que há muito tempo não se via, pelo menos não assim com tanta frequência e tanto entusiasmo. É que este ano, Riachuelo finalmente comemora com grande estilo a semana da pátria e o “sete de setembro”, dia da Proclamação da república. 2013 é o ano que marca o resgate oficial dos desfile cívico de 7 de setembro em Riachuelo. E as comemorações já deram início com a abertura dos Jogos Estudantis na terça-feira (03), à noite, com um desfile da Escola Manoel Gurgel do Amaral Valente. 

Veja abaixo fotos do "desfile de aquecimento" da Escola Manoel Gurgel que saiu da Praça José Quirino para a quadra de esportes da escola onde aconteceu a abertura dos jogos estudantis.

Alunos da E.M.M.G.A.V.

Alunos da E.M.M.G.A.V.

Banda da E.E.M.S.

A prefeita Mara Cavalcanti fazendo cumprir um dos seus grandes objetivos para o seu mandato, faz acontecer o tão esperado “Resgate Oficial e histórico dos desfiles cívicos” nesta cidade. Vale lembrar que no ano de 2008 o jovem professor Joelder Cândido organizou quase que de improviso um desfile com o apoio das escolas municipal, e estadual, o que mereceu os parabéns pela contribuição em tentar manter o espírito de patriotismo das comemorações de sete de setembro em nossa cidade. Vale ressaltar ainda que a iniciativa do resgate à cultura do "Desfile de sete de setembro" em Riachuelo é parte de um projeto cultural elaborado pela professora Maria de Fátima Bevenuto, uma das organizadoras deste tipo de evento na cidade de Riachuelo nos anos 70 e 80. Porém o projeto nunca saiu do papel, que não pôde ser colocado em prática por falta de apoio suficiente, pois projetos grandiosos como esse requer muitos recursos e planejamento. Hoje as dificuldades ainda são vistas. Por exemplo; devido a prática ter se perdido no tempo, as crianças e jovens da nova geração precisam reaprender a marchar, bem como ter noção de espaçamento, sincronia corporal e postura. Caso a cultura dos desfiles não tivesse se perdido, com certeza hoje estaríamos vendo em nossa cidade um verdadeiro show na avenida, de encher os olhos. No ano de 2013, a expectativa é grande, agora é esperar para ver. 

O grande desfile acontecerá nesta sexta-feira (06) de Setembro, e contará com a presença de todas as escolas da rede municipal, estadual, escolas particulares, creche municipal, igrejas, secretarias, entre outros. Contará também com um número três ou quatro bandas marciais, e tem previsão de início por volta das 3:00 horas da tarde. As escolas municipais José Alves de Lima e Manoel Gurgel se concentraram em frente a sede das mesmas, já a escola estadual Manoel Severiano se concentrará na Praça da BR 304, a creche Pequenos Querubins e as escolas particulares Smilinguido e Renascer se concentram nas travessas, onde uma a uma irão se encaixando dando origem ao grande desfile. O trajeto percorre toda a Avenida Getúlio Vargas e termina na Prefeitura Municipal, onde ficará o palanque dos discursos e apresentações. A semana foi de grande ansiedade e expectativa na terra do queijo, e se depender da alegria de nosso povo e dos talentos de nossa terra, poderemos presenciar um belíssimo desfile na nova geração, já que isto era esperado há muito tempo por todos os riachuelenses. 

Veja fotos da abertura dos Jogos Estudantis. 







A história completa dos desfiles de 7 de setembro em Riachuelo/RN, 
os leitores podem conferir pesquisando aqui no Blog

FOTOS: 
Facebook da E.M. Manoel Gurgel e Carlos Magno (Professor responsável)



MAIS VISITADAS DO MÊS


POSTAGENS MAIS POPULARES EM TODO O BLOG